Playlist

Playlist

Playlist

sábado, 28 de abril de 2012

CONASP VAI DEFENDER REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE SEGURANÇA PENITENCIÁRIA







A falta da previsão constitucional da profissão de segurança penitenciária pode estar chegando perto de uma solução. A secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, informou, em reunião do (Conasp) Conselho Nacional de Segurança, que essa questão ainda não foi tratada no âmbito do Ministério da Justiça, apesar de o tema ter sido a diretriz que recebeu mais votos na I Conferencia Nacional de Segurança Pública, realizada em 2009, em Brasília.

Regina reconheceu a importância do tema e informou que vai conversar com o diretor-geral do Depen (Departamento Penitenciário Nacional), Augusto Rossini, para depois se pronunciar para o CONASP. A pergunta foi encaminhada pelo conselheiro José Roberto Neves, representante dos servidores penitenciários no Conselho.

Neves ainda informou que foi aprovado no Conasp a realização de uma audiência pública nacional para debater o Sistema Prisional Brasileiro, onde a questão da Regulamentação constitucional da profissão de segurança penitenciária será tratada. A audiência do CONASP ocorrerá no dia 13 de junho de 2012 na sede do Ministério da Justiça, em Brasília. 




Nota: De fato muito importante para nós do sistema prisional . Temos que estar atentos e bem informados .. Muito Obrigado ...


CLAUDIO VITORINO

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Maioria do STF apóia reserva de vagas com base em cotas raciais




O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta quinta-feira pela constitucionalidade da reserva de vagas em universidades públicas com base no sistema de cotas raciais.
Os ministros Cezar Peluso, Joaquim Barbosa, Luiz Fux, Rosa Weber e Cármen Lúcia votaram a favor da constitucionalidade do sistema, seguindo o voto do relator, Ricardo Lewandowski.
"Não basta não discriminar. É preciso viabilizar. A postura deve ser, acima de tudo, afirmativa. É necessária que esta seja a posição adotada pelos nossos legisladores. A neutralidade estatal mostrou-se, nesses anos, um grande fracasso", disse o relator em seu voto.
"Os programas de ação afirmativa, em sociedades onde isso ocorre, são uma forma de compensar essa discriminação culturalmente arraigada e praticada de forma inconsciente", afirmou Lewandowski.
"Não posso deixar de concordar com o relator que ideia é adequada, necessária, tem peso suficiente para justificar as restrições que traz a certos direitos de outras etnias. Mas é um experimento que o Estado brasileiro está fazendo e que pode ser controlado e aperfeiçoado", afirmou Peluso.
Dez dos 11 ministros participaram do julgamento. O ministro Antonio Dias Toffoli se declarou impedido, por ter se manifestando favoravelmente ao sistema da cotas quando era advogado-geral da União.


Nota: O racismo o  pre-conceito é um CÂNCER  da sociedade .  Somos todos iguais com mesmos DEVERES e DIREITO . SENDO UM NEGRO FILHO POR ADOÇÃO NEM CALCULAM O QUE PASSEI , E O QUANTO MINHAS CONQUISTAS FORAM DIFÍCEIS PORTANTO JAMAIS DESISTIREI  JAMAIS ESQUECEREI MINHAS RAÍZES JAMAIS DEIXAREI QUE PERSEGUIÇÕES INFUNDADAS  AMEÇAS ME ABALEM . TRAGO ESSE ESFORÇO PELA CERTEZA DE UM MUNDO MELHOR, E POR ACREDITAR QUE MUDANÇAS SÃO NECESSÁRIAS E QUE ESTÁS MUDANÇAS SÃO POSSÍVEIS.

MUITO OBRIGADO A TODOS

CLAUDIO VITORINO

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Justiça manda casal indenizar jovem adotado


Um casal de Uberlândia, no Triângulo, terá que pagar R$ 15 mil por danos morais e pensão alimentícia de 15% do salário mínimo a um adolescente que foi adotado em março de 1999 e, dois anos depois, devolvido à Instituição Missão Criança. Ele teria sido "rejeitado, agredido e humilhado" e "abandonado física, material e moralmente" pelos pais adotivos, segundo a sentença.


A indenização terá de ser paga até o jovem completar 18 anos ou, caso esteja estudando, 24, segundo decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Não cabe mais recurso.


O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) entrou com ação contra os pais adotivos porque, para o promotor de Justiça Epaminondas Costa, o casal nunca justificou o motivo da "devolução".

terça-feira, 24 de abril de 2012

Cerca de 20 agentes foram afastados em abril



Após a fuga de 12 detentos da Penitenciária Antônio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana da capital, cerca de 20 agentes supostamente envolvidos com o caso teriam sido afastados. A informação é do presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária de Minas Gerais (Sindasp), Adeílton de Souza. 

"Se eles estiverem fazendo boicote, estão dando um tiro no pé porque sairão do sistema por não terem caráter para exercer a profissão", disse Souza. A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) não deu retorno sobre o afastamento dos agentes. 

Concurso. Em 2009, foi autorizado um concurso para 8.631 agentes, que, por enquanto, está só na promessa. A previsão é que um edital para 1.000 vagas seja aberto no segundo semestre. Enquanto o concurso não sai, o governo abriu um processo com 3.000 vagas em cadastro de reserva. (JS)


Fonte:http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=201720,OTE

Boicote seria motivo de fugas

Prestes a ter o contrato de trabalho vencido com o Estado, alguns agentes penitenciários temporários estariam boicotando o sistema prisional de Minas, facilitando fugas de detentos como forma de retaliação pelo futuro incerto. Em apenas dez dias, entre o período de 8 a 18 de abril, foram pelo menos cinco ocorrências em presídios do Estado. "Os agentes estão com medo de ser demitidos e estão aceitando corrupção, deixando entrar celulares e armas", denunciou um funcionário que pediu anonimato.

A fonte informou à reportagem que um dos exemplos do boicote foi a apreensão, na semana passada, de 12 celulares na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana, uma das unidades que têm o sistema de segurança mais eficaz, como o body scan - que permite visualizar até mesmo drogas ingeridas. A possibilidade de facilitação por parte dos agentes na entrada dos aparelhos é investigada pela Corregedoria da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). A apreensão dos aparelhos foi confirmada pela Seds, mas o órgão informou desconhecer o boicote.

A partir de junho deste ano, começam a vencer os contratos de 12.232 agentes, que podem ser renovados por apenas mais três anos. Além da falta de estabilidade, os temporários reclamam de não terem os mesmos direitos dos concursados, como a aposentadoria pelo Estado após 30 anos de trabalho e o plano de carreira. Hoje, o número de funcionários contratados é quatro vezes maior do que os agentes efetivos, que são 3.062. O último concurso feito Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) foi em 2007, quando apenas 1.250 agentes foram contratados.

Os temporários reivindicam a efetivação do cargo e os mesmos direitos dos efetivos. O Projeto de Lei 92/2011, de autoria do deputado Sargento Rodrigues (PDT), pretende garantir a demanda da categoria, sugerindo que os agentes poderiam ficar na função até que novos concursos sejam abertos. O político explica que a forma de contrato dos agentes é precária e eles são demitidos após anos de trabalho com "uma mão na frente e a outra atrás".

Déficit. De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciaria do Estado de Minas Gerais (Sindasp), Adeílton de Souza, o concurso é urgente em Minas porque existe, ainda, um déficit de cerca de 2.000 agentes nos presídios. "O profissional que lida com o estresse e o perigo da segurança pública tem que ter as garantias de um servidor público, como acontece com os policiais", afirmou.

Para o filósofo Robson Sávio, membro do Fórum Brasileiro em Segurança Pública (FBSP), a Seds não pode pensar apenas em construir presídios, como fez nos últimos anos, mas em investir em pessoal qualificado. "O funcionário permanente passa a ter um envolvimento maior com o trabalho", disse Sávio, que acredita ainda que as fugas sempre estejam relacionadas com agentes corruptos.

A Seds informou, por meio de nota, que flagrantes de agentes corruptos são feitos pela equipe de inteligência do sistema prisional, e o circuito interno de TV nas unidades visa evitar esse tipo de conduta. Segundo o órgão, as sanções podem ser administrativas e levar até a rescisão contratual.
Uberlândia
Motim. Três agentes do Centro Socioeducativo de Uberlândia foram agredidos durante um tumulto na unidade, no último sábado. Menores exigiam mudança de alojamento e atearam fogo em colchões.




segunda-feira, 23 de abril de 2012

10 soluções para melhorar o Brasil ( que funcionaram na China)



 
O Primeiro Ministro da China, Wen Jiabao, visitou o Brasil recentemente, pela primeira vez surpreendeu pelo conhecimento que tem sobre nosso país, segundo ele, devido o aumento da amizade e dos negócios entre Brasil e China, vem estudando nossa cultura, nosso povo, desenvolvimento e nosso governo nos últimos cinco anos, e, por isso aproveitou a visita de acordos comerciais para lançar algumas sugestões que, segundo ele, foram responsáveis pelas mudanças e pelo crescimento estrondoso da China nos últimos anos.
Durante uma de suas conversas com a Presidente Dilma e seus ministros, Wen foi enfático no que ele chama de "solução para os países emergentes", que é o caso do Brasil, China, India e outros países que entraram em fase de grande crescimento nos últimos anos, sendo a China a líder absoluta nessa fila.
O que o ministro aponta como principal ponto para um país como o Brasil desponte a crescer fortemente?
Mudanças imediatas na administração do país, sendo a principal delas, a eliminação de fatores hipócritas, onde as leis insistem  em ver o lado teórico e não o prático real de suas consequências, sendo que, para isso o país terá que sofrer mudanças drásticas em seus pontos de vistas atuais, como fez a China nos últimos 20 anos, sendo os dez principais, os que se seguem:

1) PENA DE MORTE PARA OS CRIMES HEDIONDOS COMPROVADOS
Fundamento: Um governo tem de deixar de lado a hipocresia quando toca neste assunto; um criminoso não pode ser tratado como celebridade, criminosos reincidentes já tiveram sua chance de mudar e não mudaram, portanto, não merecem tanto empenho do governo, nem a sociedade honesta e trabalhadora merece viver com tamanha impunidade e medo. Citou alguns exemplos bem claros: Maníaco do Parque, Lindeberg, Suzane Richthofen, Beira Mar, Elias Maluco, etc. Eliminando os bandidos mais perigosos, os demais terão mais receio em praticarem seus crimes; isso refletirá imediatamente na segurança pública do país e na sociedade, principalmente na redução drástica com os gastos públicos em segurança. A longo prazo, isso também reflete na cultura e comportamento de um povo.
2) PUNIÇÃO SEVERA PARA POLÍTICOS CORRUPTOS -
Fundamento: É estarrecedor saber que o Brasil tem o segundo maior indice de corrupção do mundo, perdendo apenas para a Nigéria, poré, comparando os dois países, o Brasil está em situação bem pior, já que não pune nenhum político corrupto como deveria, o Brasil é o único país do mundo que não tem absolutamente, nenhum político preso por corrupção, portanto, está clara a razão dessa praga (a corrupção) estar cada vez pior no país, já que nenhuma providência é tomada. Na China, corrupção comprovada é punida com pena de morte ou prisão perpétua, além, é óbvio, da imediata devolução aos cofres públicos dos valores roubados. O ministro fez uma pequena citação que apenas nos últimos cinco anos, o Brasil já computou um desvio de verbas públicas de quase R$ 100 bilhões de reais(cem bilhões de reais), o que permitiria investimentos de reflexo nacional, ou seja, algo está errado e precisa ser mudado imediatamente.
3) QUINTUPLICAR O INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO -
Fundamento - Um país que quer crescer precisa produzir os melhores profissionais do mundo e isso só é possível quando o país investe no mínimo, cinco vezes mais que o Brasil tem investido hoje em educação, caso contrário, o país fica emperrado. Aqueles que poderiam ser grandes profissionais, acabam perdidos no mercado de trabalho por falta da base que deveria prepará-los, com o tempo, é normal a mão-de-obra especializada passar a ser importada, o que vem ocorrendo a cada vez mais no Brasil, principalmente nos últimos cinco anos quando o país passou a crescer em passos mais largos.
4) REDUÇÃO DRÁSTICA DA CARGA TRIBUTÁRIA  E REFORMA TRIBUTÁRIA IMEDIATA -
Fundamento: A China e outros países desenvolvidos como os Estados Unidos já comprovaram que o crescimento do país não necessita da exploração das suas indústrias e empresas em geral, bem pelo contrário, o Estado precisa ser aliado e não inimigo das empresas, afinal, é do trabalho destas empresas que o país tira seu sustento para crescer e devolver em qualidade de vida para seus cidadãos. A carga tributária no Brasil é injusta e desorganizada e enquanto não houver uma mudança drástica, as empresas não conseguiram competir com o mercado externo e o interno ficará emperrado como já é.
5) REDUÇÃO PELO MENOS DE 80% DOS SALÁRIOS DOS POLÍTICOS BRASILEIROS -
Fundamento: O Brasil tem os políticos mais caros do mundo. Isso ocorre pela cultura da malandragem instalada após a democracia desorganizada que tomou posse à partir dos anos 90 e pela falta de regra no quisito salário do político. O político precisa entender que é um funcionário público como qualquer outro, com a função de empregar seus trabalhos e seus conhecimentos em pról do seu país e não um "rei" como se vêem atualmente. A Constituição precisa definir um teto salarial compatível com os demais funcionários públicos e a partir daí, os aumentos seguirem o salário mínimo padrão do país. Na China, um deputado custa menos de 10% do que um deputado brasileiro. A revolta da nação com essa balbúrdia com o dinheiro público, com o abuso de mega salários sem a devida correspondência em soluções para o povo, causa ainda mais prejuízos ao Estado, pois um povo sentindo-se roubado pelos seus líderes politicos, perde a percepção do que é certo, justo, honesto e honrado.
6) DESBUROCRATIZAÇÃO IMEDIATA -
Fundamento: O Brasil sempre foi o país mais complexo em matéria de negociação. Segundo Wen, a China é hoje o maior exportador de manufaturados do mundo, ultrapassando os EUA em 2010 e sem nenhuma dúvida, a China e os EUA, consideram o Brasil, o país mais burocrata, tanto na importação quanto na exportação, além, é claro, do seu mercado interno, para tudo existem dezenas de barreiras impedindo a negociação que acabam em muitas vezes barrando o desenvolvimento das empresas e refletindo diretamente no desenvolvimento do país. Isso é um caso urgente para ser resolvido.
7) RECUPERAÇÃO DO APAGÃO DE INVESTIMENTOS DOS ÚLTIMOS 50 ANOS -
Fundamentos: O Brasil sofreu um forte apagão de investimentos nos últimos 50 anos. Isso é um fato comprovado. Investimentos em infra-estrutura, educação, cultura e praticamente todas as demais áreas relacionadas ao Estado. Isso impediu o crescimento do país e seguirá impedindo por no mínimo mais 50 anos se o Brasil não tomar atitudes fortes hoje. O Brasil tem tudo para ser um grande líder mundial, tem território, não sofre desastres naturais severos, vive em paz com o resto do mundo; mostrou-se inteligente ao sair ileso da grande crise financeira de 2008, porém, precisa ter a coragem de superar suas adversidades políticas e aprender investir corretamente naquilo que mais necessita.
8) INVESTIR FORTEMENTE NA MUDANÇA DE CULTURA DO POVO -
Fundamento: A grande massa do povo brasileiro não acredita mais no governo, nem nos seus políticos. Não respeita as instituições, não acredita em suas leis, nem na sua própria cultura. Acostumou-se com a desordem governamental e passou a ver como normal as notícias trágicas sobre corrupção, violência, etc.; portanto, o Brasil precisa investir na cultura brasileira, iniciando pelas escolas, empresas, igrejas, instituições públicas e assim por diante, começando pela educação patriótica, afinal, um grande povo precisa amar e honrar seu grande país, senão é inevitável que a longo prazo, começam a surgir milícias armadas na busca de espaço e poder paralelo ao governo, ainda mais sendo o Brasil, um país de proporções continentais como é.
9) INVESTIR EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA IMEDIATAMENTE -
Fundamento: Proporcionalmente o Brasil investe menos de 8% do que a China em ciência e tecnologia. Isso começou a ter reflexo no país nos últimos cinco anos, quando o Brasil passou a crescer e a aparecer no mundo como um país emergente e que vai crescer muito a partir de agora. Porém, não tem engenharia de qualidade, não tem medicina de qualidade, tecnologia de qualidade, não tem profissionais com formação de qualidade para concorrer com os países desenvolvidos que encontram a mais de vinte anos à frente do Brasil; isso é um fato e precisa ser visto imediatamente, pois reflete diretamente no desenvolvimento de toda nação.
10) MENORIDADE PENAL E TRABALHISTA A PARTIR DOS 16 ANOS (O mundo está envelhecendo) -
Fundamento: O Brasil ainda é um dos poucos países que ainda possuem a cultura de tratar os jovens de 16 a 18 anos como crianças, não responsáveis pelos seus atos, além de proibi-las de oferecer sua mão-de-obra. Isso é um erro fatal para toda a sociedade, afinal, o Brasil, assim como a grande maioria dos países, estão envelhecendo e precisam mais do que nunca de mão-de-obra renovada, além do que, essa contradição hipócrita da lei, serve apenas para criar bandidos perigosos, que ao atingirem dezoito anos, estão formados para o crime, já que não puderam trabalhar e buscaram apenas no crime a sua formação. Na China, jovens tem permissão do governo para trabalhar normalmente ( não apenas como estagiários, no Brasil) a partir de 15 anos, desde que continuem estudando e, sim, respondem por seus crimes normalmente, como qualquer adulto com mais de 18 anos.
Este texto foi tirado do blog do jornalista Joelmir Beting, da Rede Bandeirantes. Segundo Joelmir, o texto não está na íntegra, já que não foi permitida sua divulgação nos meios de divulgação, também, o assessor que permitiu o "vazamento" do relatório da conversa com o primeiro ministro chinês, o governo brasileiro optou por não divulgar estas informações por não se tratarem da real missão do primeiro ministro ao Brasil, que era para tratar apenas de assuntos comerciais entre os dois países, mas como diz Joelmir, para bom entendedor, apenas isto basta, ou seja, não há interesse do governo em divulgar esses fatos, pois, para o PT e demais governantes, do jeito que o Brasil se encontra é exatamente o que eles sempre sonharam, um país que reina a impunidade política e o povo não tem vez nem voz, até porque, essa cultura que o sr. Wen tanto cita, é exatamente o que poderia causar problemas na atual política brasileira, portanto, um povo acomodado e que apenas assiste de camarote o corrupto sacar dinheiro do seu próprio bolso, é o sonho de qualquer criminoso do colarinho branco.

sábado, 21 de abril de 2012

Advogados denunciam na OAB transferências na penitenciária.

Os advogados Leuces Teixeira, Lucas Teixeira de Ávila, Rodrigo Daniel Resende e Marcos Mateus Barbosa assinam manifesto que, nos próximos dias, será entregue ao presidente e à Comissão de Direitos Humanos da 14ª Subseção da OAB, a representante do Ministério Público de Minas Gerais, à Vara de Execuções Penais e à direção da Penitenciária Aluízio Ignácio de Oliveira. O objetivo é saber a razão da transferência de presos de Uberaba, enquanto a penitenciária recebe detentos de outras cidades.
De acordo com Leuces Teixeira, a transferência estaria acontecendo “na calada da noite”, sem que familiares e defensores saibam da mudança. A instituição foi construída para 300 detentos, um anexo foi levantado com mais 280 vagas. Hoje o presídio tem lugar para 600 detentos, mas abriga 1.100 condenados ou aguardando julgamento. “E estamos recebendo presos de Araguari, Iturama, Araxá e Patrocínio, inclusive de alta periculosidade, pertencentes a outras facções criminosas, sem que nossos agentes tenham preparo para lidar com essa gente. E a direção pega nossos presos e manda para Patrocínio ou Francisco de Sá, na divisa com a Bahia”, afirma.
Para Lucas Teixeira, o mais grave é que familiares só tomam conhecimento destas “transferências” no portão, no dia de visita. “E nós advogados somos indagados por que não os avisamos. A situação é grave. Detentos provisórios, cujos processos estão em andamento, estarão arbitrariamente afastados, o que torna suas defesas vulneráveis”, frisa.
À reportagem, o diretor da penitenciária, Itamar da Silva Rodrigues Júnior, disse que já foram transferidos 95 detentos desde que se iniciou o trabalho contra a superlotação, após pedido à Secretaria Estadual de Segurança. Todos foram para Patrocínio e já possuem alguma condenação. O objetivo seria desafogar a penitenciária e dar maior segurança a detentos e agentes que atuam na unidade. “Quando decidimos transferir, não podemos avisar familiares e nem advogados a fim de manter a segurança daqueles agentes que fazem o transporte. Se avisarmos, haverá prejuízo à escolta”, explica.

Fonte:http://www.jmonline.com.br/novo/?noticias,1,GERAL,60783


   

PM prende dois suspeitos de roubo a mão armada




Dois suspeitos de roubar, à mão armada, um veículo Fox na madrugada desta sexta-feira (3), no bairro Santo Inácio, zona oeste de Uberlândia, foram presos no bairro Brasil, região central da cidade, já em outro veículo. Um dos homens foi reconhecido pela vítima.
Além do veículo, que foi roubado quando a vítima chegava em casa, os homens levaram uma TV, um aparelho de som e cerca de R$ 600 em dinheiro. Os policiais militares ainda encontraram com os suspeitos quase R$ 9 mil, uma bucha de maconha, cinco celulares e um GPS. O Fox roubado ainda não foi encontrado.


NOTA:Parabéns a Gloriosa Polícia Militar de Minas Gerais .  Este trabalho tem que ser muito reconhecido ..

Operação da Polícia Civil prende suspeito de integrar quadrilha de desmanche



Um jovem de 19 anos foi preso durante uma operação da Polícia Civil na noite desta sexta-feira (20), em Uberlândia. De acordo com informações do delegado responsável pelo caso, Eduardo Fernandes Perez Leal, o objetivo da operação era recuperar veículos roubados e desmanchados na cidade.
Após investigações, a polícia chegou a uma estrada vicinal às margens da BR-050, entre Araguari e Uberlândia. No local, foram encontrados uma caminhonete e um veículo Gol, que haviam sido roubados em ocasiões anteriores e estavam no local para serem desmanchados.
Depois, a polícia foi a uma casa na rua Zenith, no bairro Jardim Brasília, zona norte de Uberlândia, onde foram encontrados, além do suspeito, peças dos veículos roubados e uma arma calibre 38.
Ainda segundo o delegado, as investigações continuam para localizar e prender os outros integrantes da quadrilha.
O suspeito do crime foi preso foi preso e encaminhado à 1ª Delegacia de Polícia Civil.

Adolescentes são mortos após tentarem roubar posto de combustível e atirarem contra policial civil em Uberlândia




Dois adolescentes, de 16 e 17 anos, morreram na noite dessa sexta-feira (20) depois de tentarem roubar um posto de combustível de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. De acordo com a Polícia Militar, a dupla, que estava armada com dois revólveres calibre 32, entrou no estabelecimento comercial, no bairro Santa Mônica, em uma motocicleta. De imediato, os suspeitos sacaram as armas e renderam uma das frentistas. No entanto, a dupla reconheceu um policial civil que estava abastecendo seu carro com a vítima. Com o reconhecimento, a dupla atirou contra o agente. 
 
O policial, que estava com uma camisa da PC, revidou. Com a troca de tiros, os adolescentes foram atingidos por vários disparos de arma de fogo. O policial ficou ferido de raspão na cabeça e no braço. Todos os baleados foram socorridos e encaminhados ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC/UFU), onde os garotos não resistiram aos ferimentos e morreram. O policial não corre risco de morte e a Polícia Civil considerou que ele agiu em legítima defesa.
 
As armas usadas na ação criminosa e a motocicleta, que estava com a documentação irregular, foram aprendidas. 
 
Conforme a PM, os adolescentes já eram conhecidos do meio policial devido à prática de outros roubos.
 

Nota: Parabéns a este Policial Civil pelo preparo pelo equilíbrio emocional por tudo . "Nós sabemos Senhor instrutor , treinamento difícil para um combate fácil"  SELVA 

Em Minas, 27,4% dos detentos têm ocupação.Dos 43 mil presos do Estado, 11.766 trabalham dentro ou fora das prisões.




Por trás da série de motins, fugas em massa e tentativas forçadas de liberdade que expuseram a fragilidade do sistema prisional mineiro nos últimos dias, estão, em sua maioria, presos ociosos e sem perspectiva de recuperação, em celas superlotadas. Dos 43 mil detentos do Estado, apenas 11.766 têm algum tipo de ocupação dentro ou fora dos presídios, o equivalente a 27,4% da população carcerária.

Pela Lei de Execução Penal e também pela Constituição, todo preso tem direito ao trabalho. O não cumprimento dessa regra, na opinião de especialistas, é uma das causas para tantos conflitos. Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), dos 43 mil, apenas 20.955 detentos são condenados e, assim, poderiam trabalhar. "Mas a lei não proíbe que os ainda esperando julgamento trabalhem. O que falta é esforço do Estado em buscar parcerias e gerar emprego aos detentos. O que prevalece é a visão repressora de encarceramento", afirmou o especialista em segurança pública Robson Sávio.

Uma prova disso seria o número ainda tímido de empresas que se oferecem para contratar presidiários.O Estado tem 300 corporações conveniadas, além de 40 prefeituras. Elas são responsáveis pela contratação de 2.584 detentos, só 6% do total de encarcerados.

Há ainda 1.153 presos empregados, em regime aberto ou semiaberto, que conseguiram vaga no mercado por conta própria. Outros 8.029 detentos atuam dentro das penitenciárias, em atividades como artesanato e faxina. Pela tarefa, eles conseguem redução de pena - a cada três dias trabalhados, é descontado um dia da sentença. No total, segundo a Seds, cerca de 4.000 presos são remunerados por trabalhos externos e internos.

Além da remissão, especialistas atribuem outros benefícios ao emprego. Entre eles, estão a capacitação e a reintegração na sociedade. "E quando remunerado, ele pode ajudar a família e fazer uma poupança", disse Sávio.

O cientista político Guaracy Mingardi, ex-sub-secretário nacional de Segurança Pública, disse que a ociosidade estimula a revolta dos presos. "A vida dentro dos presídios é um inferno. É preciso ocupar a mente dos detentos", disse.

A Seds nega que falte empenho. Entre as ações da secretaria, a assessoria salienta a construção de galpões nas prisões e a compra de maquinário, além da concessão de benefícios a empresas.
Gratificante.Para as empresas, a oferta de vagas aos encarceradas é gratificante. "Eles são tranquilos, produtivos e muito disciplinados, nunca nos deram problema", afirmou José Bicalho de Almeida, gerente da DHF Produtos e Serviços, uma distribuidora de alimentos que tem quatro detentos em seu quadro de funcionários. "Não temos preconceito nenhum. Eles já estão pagando pelo que fizeram". O gerente disse, inclusive, que há novas vagas disponíveis para presidiários.


sexta-feira, 20 de abril de 2012

Agentes penitenciários do Distrito Federal fazem paralisação de 24 horas




Os agentes penitenciários do Distrito Federal (DF)
 deflagraram nesta quinta (19) paralisação de 24 horas,
 ameaçando estender o movimento por tempo indeterminado.
 A paralisação ocorre no momento em que autoridades públicas observam 
de forma atenta o Complexo Penitenciário da Papuda, 
no qual desde quarta (18) está detido o empresário Carlos Augusto Ramos, 
o Carlinhos Cachoeira, denunciado em um esquema 
de corrupção que envolve políticos.
O presidente do Sindicato dos
 Agentes de Atividades Penitenciária (Sindpen), 
Leandro Alan Vieira, disse à Agência Brasil que a categoria
 reivindica melhores condições de trabalho, 
realização de concursos públicos para 
contratação de mais servidores, 
compra de viaturas, 
equipamentos de uso profissional e reajuste salarial.
Vieira disse que os 4.380 agentes do DF atuam 
no Centro de Detenção Provisória (CDP),
 Presídio do DF-1, 
Presídio do DF-2, Presídio Feminino, Centro de Progressão
 Provisório e Centro de Internamento de Ressocialização.
“Desde o ano passado estamos dialogando com o governo
 e nada foi resolvido,
 tudo só fica em promessa”, disse Vieira.
 “Queremos uma solução e,
 se não for resolvido o nosso problema,
 vamos fazer um operação-padrão e trabalhar conforme
 o padrão de segurança exige”
, acrescentou, indicando uma espécie de operação tartaruga, 
na qual os servidores cumprem o mínimo de suas tarefas.
De acordo com o presidente Sindpen, o ideal é designar
 pelo menos três agentes para a escolta de cada preso
, atualmente um funcionário apenas faz o trabalho. 
Segundo Vieira, essa é uma das reivindicações da categoria.

Homem invade depósito de materiais de construção e é morto por cães em Teófilo Otoni

Um homem de 26 anos foi morto nesta quinta-feira em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, após invadir um depósito de materiais de construção e ser atacado por três cachorros - dois Pastores Alemão e um Rotweiller.
A polícia trabalha com a hipótese de que o homem era perseguido por causa de envolvimento com o tráfico de drogas e tentou se esconder dentro do depósito, mas foi surpreendido pelos cães. O dono do estabelecimento disse que colocou os cachorros para tomar conta do local após ter sido assaltado diversas vezes.
Ele recebeu diversas mordidas e morreu após sofrer uma hemorragia no braço direito. De acordo com o boletim de ocorrência, o homem tinha 36 passagens pela polícia, sendo 24 por furto, nove por agressão e as demais por associação com o tráfico de drogas. O corpo do rapaz foi encaminhado para o IML, onde foi reconhecido por uma irmã.  


Estudo diz que Brasil tem 14 das 50 cidades mais violentas do mundo



Pelo menos 14 cidades brasileiras estão entre as mais violentas do mundo. A conclusão é do estudo feito pela ONG (organização não governamental) mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal divulgado nesta sexta-feira (13).Especialistas da entidade listaram as 50 cidades mais violentas em todo mundo. O topo da lista é ocupado pela cidade de San Pedro Sula, em Honduras, com uma taxa de 158.87 homicídios para um grupo de 100 mil habitantes. Em segundo lugar, está Juárez, no México, com uma taxa de 147.77No Brasil , Maceió, capital alagoana, aparece como a mais violenta ocupando o terceiro lugar no ranking – com uma taxa de 135.26 homicídios para cada 100 mil habitantes. Depois da capital alagoana está Belém (PA) – em 10o lugar no ranking, com uma taxa de 78.08 homicídios para cada 100 mil habitantes; Vitória (ES), em 17o lugar, com taxa de 67.82; Salvador (BA), em 22º na lista, com 56.98 e Manaus (AM), em 26o, com 51.21.Também são definidas como violentas as cidades de São Luís (MA), em 27º lugar no estudo, com taxa de 50.85 mortes violentas para cada 100 mil habitantes, João Pessoa (PB), em 29º, com 48.64; Cuiabá (MT), em 31º na lista, com taxa de 48.32; Recife (PE), em 32º lugar, com taxa de 48.23, Macapá (AP), em 36º, com 45.08; Fortaleza (CE), em 37º, com 42.90; Curitiba (PR), em 39º na lista, com 38.09; Goiânia (GO), 40º, com 37.17 e Belo Horizonte (MG), em 45º no ranking das cidades mais violentas, com taxa de 34.40 homicídios para cada 100 mil habitantes.Das 50 cidades apontadas como as mais violentas do mundo, além das 14 brasileiras, 12 estão no México e cinco na Colômbia.O estudo também informa que das 50 cidades, 40 estão na América Latina. Além disso, a organização alerta para o fato de que no México, as autoridades estão falsificando dados e escondendo o verdadeiro número de homicídios. A ONG diz que elas “não inspiram confiança em seus dados oficiais”, pois “há evidências de falsificação” para fazer com que a violência pareça menor do que ela realmente é. Como exemplo, o estudo cita o caso da cidade mexicana de Juárez, que, segundo as autoridades, registrou 1.974 homicídios em 2011. Porém, o relatório da organização indica que o governo oculta pelo menos 150 homicídios. A entidade informa ainda que nesta cidade houve uma redução da violência, mas os números ainda são elevados.


quinta-feira, 19 de abril de 2012

Menos de 1% do orçamento vai para prevenção a crimes

Os números crescentes de crimes violentos, a falta de vagas no sistema prisional, as fugas, os motins, a população vivendo em constante sensação de insegurança. Para tentar mudar o quadro de epidemia de violência vivido hoje no Estado, o governo apresenta um orçamento significativo - foram gastos R$ 7,5 bilhões, em 2011. O problema é que a maior parte desse dinheiro é engessada e acaba não sendo convertida em investimentos na prevenção ou no combate à criminalidade.
Dados do próprio governo mostram que os dois pilares da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), a integração das polícias Militar e Civil e a prevenção à criminalidade, juntos, receberam menos de 1% do orçamento da pasta - foram R$ 58,6 milhões, apenas 0,7% do total. A integração das polícias recebeu R$ 35,2 milhões, e os programas preventivos, como o Fica Vivo, ficaram com R$ 23,4 milhões. Por outro lado, a secretaria destinou no ano passado R$ 2,7 bilhões para a remuneração de policiais militares. Desse total, R$ 1,2 bilhão foram gastos com inativos - 16% do orçamento.
Para o filósofo e membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) Robson Sávio, responsável pela compilação dos dados, é a destinação do recurso que define a política de segurança pública de um governo. "Se a secretaria não tem dinheiro, não terá como fazer uma política eficiente e investir em novas ações e programas sociais", disse.
O dinheiro que o Estado destina à segurança é dividido em áreas (ver quadro ao lado), e as principais delas são as polícias Civil e Militar e a secretaria - essa última cuida dos programas preventivos, da integração das polícias e de gerir as instituições da área. Enquanto a PM recebe R$ 4,9 bilhões (65,9% do total), a Seds fica com apenas R$ 1 bilhão (13,4%).

Segundo Robson Sávio, o recurso destinado à secretaria já é pouco e fica ainda mais prejudicado porque 62% dele (R$ 625,8 milhões) vão para o sistema prisional. "Sobra pouco para prevenção e integração das polícias". Para o especialista, o fato de a Seds não controlar o orçamento das polícias também a enfraquece. "Como a secretaria pode ser gestora, articuladora e ter autoridade se não detem poder sobre o orçamento?".

Para o ex-subsecretário de Defesa Social Luis Flávio Sapori, os dados revelam um enfraquecimento da Seds. "O poder da secretaria precisa ser retomado, principalmente em relação aos investimentos, que dependem de decisões políticas".

Crimes. Enquanto isso, cresce a criminalidade. Entre janeiro e março, 207 pessoas foram mortas na capital, 13% a mais que no mesmo período de 2011 (183). Desde o início do ano, 31 presos fugiram de unidades prisionais do Estado.
A Seds informou em nota, na noite de ontem, que busca financiamento de R$ 259 milhões junto a bancos de fomento - 9,76% serão usados em prevenção e 19,27% na integração das polícias.


ESPECIALISTAS
"Solução é remanejamento"Diante da discrepância dos gastos em segurança pública de Minas, especialistas afirmam que é preciso haver um remanejamento dos recursos e das despesas. Gastos com pessoal, por exemplo, poderiam sair da rubrica de segurança pública e entrar na conta dos gastos com funcionalismo do governo estadual. 
"Não sobra dinheiro para a segurança pública. E como todo o recurso fica com o comando da Polícia Militar, os militares têm benefícios que outros servidores não têm", defendeu o especialista em segurança pública Robson Sávio.
A Polícia Militar tem 65,9% de todo o orçamento para a segurança, e mais da metade da verba destinada para a corporação (55%) é usada para pagar pessoal. Ao todo, R$ 2,7 bilhões são usados com pessoal - ativo (R$ 1,5 bilhão) e inativo (R$ 1,2 bilhão). Além disso, com o compromisso de reajuste salarial para os policiais até 2015, a tendência é que os gastos com pessoal representem uma parcela cada vez maior do orçamento.
"O maior desafio do novo secretário de Defesa Social (Rômulo Ferraz) é pensar em uma nova forma de redistribuição do orçamento", afirmou o ex-subsecretário Luiz Flávio Sapori. Hoje, a verba destinada aos militares inativos é maior que a reservada à Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds).
Outro lado. Procurada também para falar sobre a redistribuição dos recursos do orçamento da segurança pública, a Seds e a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, responsável pelo orçamento, não se manifestaram. As assessorias informaram apenas que projetos propostos pela Seds são executados com verba das corporações. (JS)
Estudo

Blog. O filósofo Robson Sávio disponibilizou em seu blog (robsonsavio.blogspot.com) o estudo completo sobre os gastos com segurança pública no Estado em 2011. Os dados são baseados no Portal da Transparência de Minas.

Fonte:http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=201195

Claudio Vitorino em ação..

Postagens populares

Google+ Followers

Arquivo do blog

Claudio Vitorino em ação..

Aquele que acredita que o interesse coletivo está acima do interesse individual , que acredita que tudo e possível desde que tenha fé em Deus e coragem para superar os desafios...

Vida difícil? Ajude um estranho .

Pode parecer ilógico -no mínimo pouco prioritário- ajudar um estranho quando as coisas parecem confusas na nossa vida. Mas eu venho aprendendo que este é um poderoso antídoto para os dias em que tudo parece fora do lugar.

Como assim, pergunta o meu leitor mais cético? E eu explico:
Há duas situações clássicas onde podemos auxiliar uma pessoa que não conhecemos. A primeira é através de doações e gestos similares de caridade. Estes atos são maravilhosos e muito recomendáveis, mas não é deles que quero falar hoje.


Escolhi o segundo tipo: aquelas situações randômicas onde temos a oportunidade de fazer a diferença para uma pessoa desconhecida numa emergência qualquer. Na maioria das vezes, pessoas com quem esbarramos em locais públicos, envolvidas em situações que podem ir do estar atrapalhado até o precisar de mãos para apagar um incêndio.

E o que nós, imersos nas nossas próprias mazelas, distraídos por preocupações sem fim amontoadas no nosso tempo escasso, enfim, assoberbados como sempre... O que nós temos a ver com este ser humano que pode ser bom ou mau, pior, pode sequer apreciar ou reconhecer nosso esforço?


Eu vejo pelo menos seis motivos para ajudar um estranho:


1) Divergir o olhar de nossos próprios problemas
Por um momento, por menor que seja, teremos a chance de esquecer nossas preocupações.
Dedicados a resolver o problema do outro (SEMPRE mais fácil do que os nossos), descansamos nossa mente. Ganhamos energia para o próximo round de nossa própria luta.
Esta pausa pode nos dar novo fôlego ou simplesmente ser um descanso momentâneo.


2) Olhar por um outro ângulo
Vez ou outra, teremos a oportunidade de relativizar nossos próprios problemas á luz do que encontramos nestes momento. Afinal, alguns de nossos problemas não são tão grandes assim...
Uma vez ajudei Teresa, a senhora que vende balas na porta da escola de meu filho. A situação dela era impossível de ser resolvida sozinha, pois precisava “estacionar” o carrinho que havia quebrado no meio de uma rua deserta. Jamais esquecerei o olhar desesperado, a preocupação com o patrimônio em risco, com o dia de by Savings Sidekick">trabalho desperdiçado, com as providências inevitáveis e caras. E jamais me esquecerei do olhar úmido e agradecido, apesar de eu jamais ter comprado nada dela. Nem antes nem depois.
Olhei com distanciamento o problema de Teresa. E fiquei grata por não ter que trabalhar na rua, por ter tantos recursos e by Savings Sidekick">oportunidades. E agradeci por estar lá, naquela hora, na rua de pouco movimento, e poder oferecer meus braços para ela.


3) Não há antes, nem depois ...
Na intricada teia de nossos by Savings Sidekick">relacionamentos, dívidas e depósitos se amontoam. Ajudar um conhecido muitas vezes cria vínculos ou situações complexas. Ás vezes, ele espera retribuir. Outras vezes, esperamos retribuição. Se temos ressentimentos com a pessoa, ajudá-la nem sempre deixa um gosto bom na boca. Se ela tem ressentimentos conosco, fica tudo muito ruim também.
Já com estranhos são simples. É ali, naquela hora. Depois acabou. E não há antes. Que alívio!
(mas não vamos deixar de ajudar os conhecidos dentro de nossas possibilidades, hein?)


4) A gratidão pelo inesperado é deliciosa
Quem se lembra de uma vez em que recebeu uma gentileza inesperada? Não é especial? E nem sempre estamos merecendo, mal-humorados por conta do revés em questão.
Ou quando ajudamos alguém e recebemos aquele olhar espantado e feliz?
Ontem mesmo, eu estava numa fila comum de banco. Um senhor bem velhinho estava atrás de mim. Na hora em que fui chamada, pedi que ele fosse primeiro. “Mas por que, minha filha?”. “Pelos seus cabelos brancos”, respondi. Ele, agradecido, me deu uma balinha de hortelã. Tudo muito singelo, muito fácil de fazer, mas o sentimento foi boooom.


5) Quase sempre, é fácil de fazer.
Uma vez eu fiquei envolvida por uma semana com uma mãe e um bebê que vieram para São Paulo para uma cirurgia e não tinha ninguém para esperar no aeroporto. Levei para um hotel barato, acompanhei por uma semana e tive medo de estar sendo usada, reforçada pelo ceticismo de muitas pessoas ao meu redor. No final, deu tudo certo e a história era verdadeira.
Mas na maioria dos casos, não é preciso tanto risco ou tanto tempo. Uma informação; um abaixar para pegar algo que caiu; uma dica sobre um produto no supermercado. Dar o braço para um cego (nunca pegue a mão dele, deixe que ele pegue o seu braço, aprendi com meu experiente marido). Facílimo, diria o Léo. E vamos combinar, fácil é tudo que precisamos quando o dia está difícil, certo?

6) Amor, meu grande amor
Finalmente, ajudar estranhos evoca o nosso melhor eu. É comum termos sentimentos de inadequação, baixa auto-estima e insatisfação conosco quando estamos sob tempo nublado. E ajudar o outro nos lembra que somos bons e capazes. Ajudar um estranho demonstra desapego, generosidade, empatia pelo próximo. E saber que somos tudo isto quando o coração está cinza... É para olhar com orgulho no espelho, não?

Portanto, se hoje não é o seu dia... Faça o dia de alguém. E se é um dia glorioso... Vai ficar melhor!

Fonte:http://www.vivermaissimples.com/2011/03/vida-dificil-ajude-um-estranho.html

Karoline Toledo Pinto

Karoline Toledo Pinto
Karoline Agente Penitenciária a quase 10 anos , bacharelada no curso de Psicologia em uma das melhores Instituição de Ensino Superior do País , publica um importante ARTIGO SOBRE AS DOENÇAS QUE OS AGENTES PENITENCIÁRIOS DESENVOLVEM NO EXERCÍCIO DE SUAS FUNÇÕES . Aguardem em breve aqui será publicado .APESAR DAS PERSEGUIÇÕES INFUNDADAS DAS AMEAÇAS ELA VENCEU PARABÉNS KAROL SE LIBERTOU DO NOSSO MAIOR MEDO A IGNORÂNCIA CONTE COMIGO.. OBRIGADO CLAUDIO VITORINO

Filmes que mudarão sua vida..

  • A cor púrpora
  • A espera de um milagre
  • A procura da felicidade
  • A prova de fogo
  • Antes de partir
  • Desafiando gigantes
  • Ensina-me a viver
  • Paixão de Cristo

Postagens populares