Playlist

Playlist

Playlist

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Ministério Público denuncia Agentes penitenciários por tortura em presídio de Varginha

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) denunciou nove agentes penitenciários por tortura contra presos da unidade prisional de Varginha, no Sul de Minas. As agressões teriam ocorrido, conforme as investigações, em três ocasiões, nos anos de 2009 e 2011. A Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos do município pediu a condenação deles com base na Lei de Tortura, na Convenção Contra a Tortura e outros Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanas ou Degradantes, na Convenção Interamericana para Prevenir e Punir a Tortura e na Convenção Interamericana de Direitos Humanos.

Consta na denúncia que, em novembro de 2009, alguns agentes penitenciários submeteram quatro presos a "intenso sofrimento físico". Os detentos teriam sido agredidos com chutes, murros e tapas em diversas partes do corpo. Segundo as investigações, a tortura foi um meio de castigar os detentos por causa de um desentendimento ocorrido entre eles enquanto assistiam televisão na cela onde estavam presos.

O segundo episódio de tortura teria ocorrido no dia 28 de novembro de 2011, quando agentes penitenciários agrediram um detento recém-encarcerado no presídio de Varginha. De acordo com o inquérito policial, o preso foi agredido com chutes, tapas e socos nas costas, na nuca e na barriga, gerando lesões no corpo do detento.

O terceiro caso teria ocorrido no dia 30 de novembro de 2011, quando um agente, supostamente, agrediu um dos presos com socos no rosto. Os maus-tratos seriam um castigo do agente penitenciário pela desobediência do detento. Nesse mesmo dia, agentes teriam se apropriado de R$ 150,00 de um preso.



Nota: Fico pensando jamais tivemos providências quando um agente constantemente e ameaçado por presos quando colegas nossos ficam de reféns sendo torturados fisicamente e mentalmente por presos , jamais promotores os membros dos direitos dos manos vieram e perguntaram olha estão abrindo celas com 20 presos apenas dois agentes estão passando a noite inteira com 2 ou três postos de serviços jamais viram nossa realidade nos principalmente os CONTRATADOS SEM QUALQUER TIPO DE AMPARO JURÍDICO OU PSICOLÓGICO NADA.. Nossa realidade tem que ser mostrada temos que falar pois na sua grande maioria somos pais de família trabalhadores.. 

CLAUDIO VITORINO 33010

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Associação dos Renais Crônicos precisa de ajuda financeira



Marcos Erlan disse que a dívida com a Receita Estadual é consequência do não pagamento do IPVA de três anos

A Associação dos Renais Crônicos, Doadores e Transplantados de Uberlândia (ARCDTU) precisa de doações para continuar suas atividades. A entidade quer pagar a dívida de R$ 4 mil com a Receita Estadual, que na semana passada confiscou o veículo que era utilizado pela associação para buscar doações e entregar cestas básicas para doentes renais. A falta do automóvel também prejudicou a coleta, o transporte e a venda de materiais recicláveis, maneira como a associação consegue verba para manter as atividades.

O presidente da Associação dos Renais Crônicos de Uberlândia, Marcos Erlan, afirmou que a dívida com a Receita Estadual é consequência do não pagamento do IPVA do carro durante três anos em gestões passadas. Mesmo com a situação irregular, o automóvel era utilizado pela entidade para entregar mensalmente até 70 cestas básicas e sacolas com verduras para pessoas que fazem hemodiálise em três locais de Uberlândia. “Utilizávamos o veículo porque muitas pessoas dependem do nosso trabalho. A necessidade falou mais alto”, disse Erlan.

A família de Ocimar Cardoso era uma das beneficiadas pelas atividades da associação feitas por meio do carro. Todo mês, uma cesta básica com verduras era entregue a Cardoso, que perdeu a visão por complicações causadas pela diabetes e há três anos faz hemodiálise em um instituto de Uberlândia. “Para quem só recebe um salário mínimo de auxílio-doença [R$ 622], fica pesado sustentar cinco pessoas”, afirmou.

Para angariar fundos, a entidade está promovendo uma rifa, com bilhetes vendidos a R$ 20, além de pedir doações a empresas e pessoas jurídicas.

Ajuda

Interessados em ajudar a Associação dos Renais Crônicos, Doadores e Transplantados de Uberlândia (ARCDTU), podem:

- Fazer um depósito em uma agência da Caixa Econômica Federal na conta: 501.092-2, Ag 0162

- Procurar a sede da instituição para conversar com a diretoria. Endereço: rua Roosevelt de Oliveira, 325, bairro Nossa Senhora Aparecida

- Comprar um bilhete da “Ação Entre Amigos”. Valor de R$ 20 (rifa de uma sanduicheira)

Fonte:http://www.correiodeuberlandia.com.br/cidade-e-regiao/associacao-dos-renais-cronicos-precisa-de-ajuda-financeira/

Nota: Esse pessoal são anjos enviados por Deus em minha vida , a algum tempo realizamos ações para ajuda-los nunca tiveram ajuda de  VEREADORES DE PREFEITURA NADINHA DE NADA , MAS AGORA EM ÉPOCA DE ELEIÇÕES ESTÃO PROMETENDO CADA COISA.. FELIZMENTE NESTA ASSOCIAÇÃO EXISTEM PESSOAS ESCLARECIDAS E QUE NÃO CAEM NESSAS  FALSAS PROMESSAS .. ESTOU COM VOCÊS PARA O QUE DE E VIER ..PARABÉNS PELO TRABALHO...


CLAUDIO VITORINO

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Demissões sem Fundamentação legais..

Caros amigos hoje fui informado de algumas demissões no sistema prisional em nossa cidade no Presídio. Certamente como eu conheço o sistema este fato se deu sem  pelo menos um processo justo e legal que nossa Constituição Federal nos garante. O ZOOLÓGICO TODO deve estar assustado pois fatos como estes tem sido denunciado em nosso blog. Como a maioria de vocês sabem SOU CANDIDATO A VEREADOR 33010 PARA LUTAR CONTRA ESSAS ARBITRARIEDADES CONSTANTES. Tem diretor pensando que é DEUS. Prometi para mim mesmo que seria denunciado que as coisas mudariam ..



CONTO COM A AJUDA DE TODOS VAMOS DIVULGAR ISSO VAMOS DIVULGAR POIS TODOS OS CONTRATADOS ESTÃO SUJEITOS A ISSO , E O PRÓXIMO PODE SER QUAL QUER UM ...



AJUDEM



CLAUDIO VITORINO 33010


ISSO NÃO VAI CONTINUAR ASSIM..



OBRIGADO



CLAUDIO VITORINO 33010

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

A cada dia, 77 mil brasileiros são vítimas de crime eletrônico













Oito em cada dez internautas já sofreram golpes on-line. Entre os crimes mais comuns, está xingamento em redes sociais

A cada dia, pelo menos 77 mil brasileiros são vítimas de algum crime virtual, segundo relatório da empresa especializada em segurança de computadores Symantec-Norton. Em 2011, mais de 80% dos usuários adultos de Internet no Brasil foram vítimas de crimes cibernéticos, como invasão de perfis em redes sociais e vírus. O número de vítimas diárias no mundo chega a 1 milhão, com prejuízo anual de 388 bilhões de dólares. Só no Brasil, são 60 bilhões de dólares - no País, oito em cada dez internautas disseram já ter sofrido golpes on-line.

Segundo o titular da Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Informáticos, delegado Marcínio Tavares Neto, as fraudes mais comuns envolvem conta corrente, vendas sem a entrega da compra, links que corrompem o computador e xingamento nas redes sociais. O diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Emerson Wendt, orienta a manter o sistema operacional e de segurança atualizados; não clicar em documentos; atenção ao escolher senhas; desconectar após acessar e-mails e sites; em compra na web, verificar a idoneidade da empresa; evitar dados pessoais em sites não confiáveis.

A maior paralisação de servidores federais da história impede que remédios cheguem aos hospitais, afrouxa a segurança nas fronteiras e gera prejuízo de R$ 1 bilhão. Saiba como atuam, quanto ganham e os planos dos líderes do movimento.


A maior paralisação de servidores federais da história impede que remédios cheguem aos hospitais, afrouxa a segurança nas fronteiras e gera prejuízo de R$ 1 bilhão. Saiba como atuam, quanto ganham e os planos dos líderes do movimento.

Claudio Dantas Sequeira e Adriana Nicacio




Nos últimos três meses, o País vem enfrentando uma onda de greves que paralisa boa parte dos serviços públicos federais. Na contabilidade dos grevistas, 350 mil trabalhadores já cruzaram os braços – na sexta-feira 24, estimava-se que 200 mil permaneciam sem dar expediente – para reivindicar principalmente aumento salarial, no que já é considerada a maior greve da história do serviço público brasileiro. Nem as paralisações na gestão Fernando Henrique Cardoso, as mobilizações no início do primeiro mandato de Lula e protestos setorizados, como os de controladores de voo em 2006, se comparam ao movimente atual, seja em duração, grau de planejamento e senso de oportunidade – ou oportunismo. A greve que começou pequena em maio, com professores universitários, logo absorveu os servidores administrativos das universidades e, em poucas semanas, abarcou dezenas de categorias. No fim de junho, quando aderiram à onda os funcionários das agências reguladoras, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal, além dos auditores fiscais, o governo se deparou com uma situação dramática. A greve atingiu serviços fundamentais e estratégicos, como a aduana, a vigilância sanitária e a segurança de fronteiras. O prejuízo até agora ultrapassa R$ 1 bilhão, mas os danos sociais são incalculáveis.

Um exemplo dessas perdas está na retenção de mercadorias no Porto de Santos. Os funcionários da Anvisa impediram que milhares de remédios essenciais contra o câncer e reagentes para o diagnóstico da gripe H1N1 chegassem aos hospitais. A escassez de kits sorológicos também obrigou alguns hospitais públicos a descartar milhares de bolsas de sangue que perderam a validade. Em outro efeito colateral do movimento grevista, a suspensão da fiscalização em rodovias e aeroportos serviu como espécie de sinal verde ao crime organizado. Na terça-feira 21, policiais rodoviários afixaram na Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu (PR), uma placa com a frase: “Passagem livre para tráfico de drogas e armas.” Dentro do governo, a ação foi interpretada como um perigoso sinal de radicalização.

O radicalismo como instrumento de negociação se tornou a principal marca do atual movimento grevista, que vem sendo conduzido por uma associação entre antigas lideranças do funcionalismo com uma nova geração de sindicalistas. Várias dessas estrelas emergentes têm pouca ou nenhuma tradição na luta sindical. Raramente saem de seus gabinetes para negociar e, por seus altos salários e perfil empresarial, ganharam da presidenta Dilma Rousseff a alcunha de “grevistas de sangue azul”. Esse grupo é considerado a elite do funcionalismo público, com salários de R$ 10 mil a R$ 25 mil, altamente qualificado, com cursos de pós-graduação, mestrado e até doutorado. Alguns sindicalistas andam de carro importado e usam as redes sociais da internet para definir estratégias de ação. Lideranças tradicionais, insatisfeitas com os controles de gastos e a estabilização no número de servidores do Executivo, aceitaram colocar-se a reboque da turma de “sangue azul”. Dessa maneira, tentam deter avanços que o governo vem implementando na gestão do funcionalismo público. A criação de fundos de pensão que reduzem privilégios de algumas castas de servidores foi tão mal recebida pelos sindicalistas quanto a legislação sobre transparência pública, que expôs os vencimentos de cada um deles.


SEM TRABALHAR
Servidores federais, de diversas áreas do governo, durante protesto
em São Paulo: serviços essenciais à população foram afetados

Um dos principais líderes do grupo dos novos nobres grevistas chama-se Pedro Delarue Tolentino Filho, presidente do Sindifisco e representante da chamada União das Carreiras de Estado, que reúne as 22 categorias mais bem remuneradas do Executivo, entre elas Banco Central, gestores públicos, CVM e Itamaraty. Com 54 anos, o auditor fiscal é formado em economia e ganha R$ 19,4 mil por mês. Em junho, embolsou R$ 23 mil, em virtude de gratificações. Mora na elegante Barra da Tijuca, no Rio Janeiro, sua mulher trabalha na iniciativa privada e a filha estuda em colégio particular. Delarue entrou para o sindicalismo na década de 1990 e rapidamente alcançou postos de comando no Sindifisco, cuja presidência ele assumiu em 2007. O sindicalista não se preocupa com o rótulo de sangue azul, diz que os auditores “não são apenas a elite do serviço público, mas do País”, e revela detalhes do planejamento da greve. “Decidimos no ano passado que não aceitaríamos mais enrolação do governo.”

Outros líderes grevistas de “sangue azul” são Álvaro Sólon de França, que preside a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip), e Wilson Roberto de Sá, do Sindicado Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical). Sólon tem salário bruto de R$ 21,5 mil e, com gratificações, o valor alcança mensalmente R$ 25,2 mil. Roberto de Sá, por sua vez, recebe R$ 18 mil, que sobem para R$ 21,4 mil com os benefícios. Morador de São Gonçalo, no Rio, passa a semana em Brasília, onde aluga uma quitinete e malha numa badalada academia. Também estão nesse grupo os presidentes da Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal (ADPF), Marcos Leôncio Souza Ribeiro, da Associação Nacional dos Servidores Efetivos das Agências Reguladoras (Aner), Paulo Rodrigues Mendes, e da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários, Pedro da Silva Cavalcanti. Ribeiro ganha R$ 17,5 mil e Mendes, R$ 13,2 mil – até 2005, seu salário era de R$ 3,5 mil. Já Cavalcanti retira R$ 13 mil mensalmente, com gratificação inclusa, frequenta uma academia da Asa Sul e mora num bairro nobre do Recife. Para esses servidores, o sindicalismo está longe de ser uma atividade política. Alguns são até filiados a partidos, como o PT e PSB, mas não militam. A ausência de um conteúdo político nas manifestações é outra característica desse novo sindicalismo, que busca, acima de tudo, resultados financeiros.

Todo o planejamento do atual movimento grevista obedeceu a princípios comuns da iniciativa privada. O financiamento das atividades foi pensado com antecedência. Delarue, do Sindifisco, criou duas novas contribuições só para bancar o projeto de greve. Por seis meses, os filiados contribuíram com 0,1% do salário para um fundo de mobilizações e 0,6% para o fundo de greve. Foram recolhidos R$ 17 milhões, que estão sendo usados para pagar os salários de quem teve o ponto cortado pelo Executivo. Os fiscais agropecuários reunidos na Anffa também tiveram de dar uma contribuição a mais. Nos últimos 11 meses, todos os servidores recolhem 10% de seus salários para um fundo de emergência. Em maio e junho, quando o movimento esquentou, esse percentual dobrou. Hoje, a associação tem um caixa de R$ 9 milhões para enfrentar o governo. Em agosto, 11.495 grevistas de todas as categorias sofreram baixas em seu contracheque.


PARADOS
Policiais federais (acima) no anúncio da operação-padrão


AMEAÇA
Em posto da Polícia Rodoviária, faixa diz passagem livre para tráfico de drogas e armas

Com esse dinheiro, as lideranças sindicais esperam manter os protestos mesmo depois de 31 de agosto, prazo limite para o Ministério do Planejamento fechar o orçamento de 2013. Lideranças ouvidas por ISTOÉ estimam entre R$ 100 mil e R$ 450 mil o custo mensal para manter a mobilização, com gastos de pessoal, material de panfletagem, acampamentos e publicidade em rádios e tevês. Uma assembleia nos dias 1o e 2 de setembro definirá os rumos da greve, mas já há previsão de paralisação para 11, 12 e 13 do mesmo mês. Segundo os dirigentes sindicais, mesmo sem perspectivas de reajuste imediato, a pressão vai continuar, e a segurança dos grandes eventos virou elemento de barganha nesse processo. “Até agora foram feitas paralisações pontuais”, diz o delegado Marcos Leôncio Ribeiro, da ADPF. “Mas teremos a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e a Olimpíada.” Delarue reforça o poder dos grevistas. “Não temos dificuldade em organizar novas operações-padrão e paralisações.”

De parte do governo, a tendência também é o endurecimento. “Quem não aceitar o reajuste de 15,8% não terá nada”, afirma um assessor da Presidência. Para as categorias que aceitarem o acordo, novas negociações só poderão ocorrer em 2016. Pensando nisso, o governo fracionou o reajuste nos próximos três anos. Outra estratégia para enfraquecer os grevistas é levantar as fragilidades de cada categoria, para uma negociação individual posterior. Na busca por informações, o Palácio do Planalto infiltrou agentes da ABIN, da P2 (Polícia Militar) e do Exército nas assembleias e acampamentos. Também determinou o monitoramento das principais lideranças. “Brasília virou uma praça de guerra de arapongagem”, revela um agente. Francisco Sabino, vice-presidente da Fenapef, que reúne os agentes da PF, confirma que descobriu arapongas oficiais infiltrados em reuniões de sua entidade. “Estão nos acompanhando em quase todos os Estados.” Para burlar a espionagem, Sabino diz que seus colegas têm optado por se comunicar por rádio e evitado fazer reservas em hotéis ou comprar passagens com antecedência.

A motivação para manter os servidores mobilizados após o dia 31 tem a ver também com demandas que vão além da questão salarial, como reestruturação de carreira, equiparação salarial, definição de 1º de maio como data-base e uma política de reposição inflacionária, que será embutida na discussão sobre a regulamentação das greves de servidores. “A grande diferença dessa mobilização para as anteriores é que conseguimos unificar uma pauta geral, então o governo não tem como nos dividir e enfraquecer”, afirma Josemilton da Costa, presidente da Confederação dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (Condsef). A entidade reúne o maior número de servidores públicos, cerca de 1,2 milhão, chamados de “carreirão”, normalmente com salários mais baixos. O próprio Josemilton, que uniu seu movimento ao dos de sangue azul, ganha pouco mais de R$ 3,2 mil como agente administrativo do Ministério da Fazenda. Tem hábitos franciscanos, mora numa quitinete em Copacabana e despacha de um gabinete sem ar-condicionado.

Diferenças salariais à parte, Josemilton demonstra estar afinado com a estratégia de radicalização dos demais líderes grevistas. “Quem elegeu Dilma foram os mesmos movimentos sociais que elegeram Lula”, diz. “A resistência em negociar pode levá-la ao isolamento. É um preço alto a pagar.” A opinião do sindicalista é compartilhada pela psicóloga Marinalva Barbosa, presidente da Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes), principal entidade dos professores federais – de 59 universidades, 57 paralisaram suas atividades, assim como 33 dos 38 institutos tecnológicos. “O governo não sabe negociar”, diz. Com 47 anos e doutorado na USP, ela recebe R$ 11 mil como professora associada na Universidade Federal do Amapá. Para os sindicalistas, falta jogo de cintura por parte do governo. Estão insatisfeitos com o diálogo com o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência, e o secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça. Interlocutor oficial do governo com os representantes dos servidores, a agenda de Mendonça registra 180 reuniões desde março, numa média de duas horas para cada encontro. Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, a falta de uma saída é reflexo do esgotamento de um modelo de negociação. “É preciso negociar com antecedência”, afirma. “Não adianta deixar para última hora.” Enquanto o impasse não termina, milhões de brasileiros continuam sofrendo os efeitos perversos do movimento grevista. Reivindicar melhores salários é legítimo, o que não é certo é deixar um País inteiro refém do movimento.





sexta-feira, 24 de agosto de 2012

‘Morte de americano pode ter sido por motivos passionais’, diz delegado Crime foi na noite desta quinta-feira (23), no Centro de Uberlândia, MG. Suspeito do crime, um agente penitenciário, também morreu.


‘Morte de americano pode ter sido por motivos passionais’, diz delegado
Crime foi na noite desta quinta-feira (23), no Centro de Uberlândia, MG.
Suspeito do crime, um agente penitenciário, também morreu.

Delegado Samuel Barreto falou sobre o caso na
manhã desta sexta-feira (Foto: Carolina Portilho/G1)

O chefe do 9° Departamento da Polícia Civil, Samuel Barreto de Souza, se prenunciou na manhã desta sexta-feira (24), em relação aotiroteio ocorrido na noite desta quinta-feira (23), na região central de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Duas pessoas morreram, sendo um americano e um agente penitenciário, que disparou contra o estrangeiro. Segundo o delegado, o inquérito foi aberto para desvendar o caso e tudo indica que o crime foi passional.

“Desconfiado que estava sendo traído, o agente penitenciário fez campana próximo a um prédio situado na Avenida Cesário Alvim, quando viu a namorada, de 34 anos, chegar ao local para se encontrar com o americano. Com o portão aberto, o agente entrou na garagem e efetuou três disparos contra o estrangeiro, que mesmo socorrido veio a óbito. Por esses motivos acreditamos que foi passional”, ressaltou o delegado.

Depois do ocorrido, a mulher saiu correndo para a rua e o agente atrás dela. Na ocasião, um policial civil que passava pelo local e não estava trabalhando, percebeu a movimentação e, na tentativa de impedir que a mulher fosse morta pelo agente, se identificou e deu voz de prisão. Mesmo assim, o autor foi em direção ao policial atirando contra ele, que revidou e acabou acertando o agente na cabeça. Ele passou por uma cirurgia, mas não resistiu e veio a óbito na manhã desta sexta-feira.

“O policial estava de folga autorizada pela sua chefia, que é da comarca de Coromandel, e não teve alternativa a não ser disparar contra o agente. Foi um ato corajoso que impediu a morte da mulher, a dele e a de outras pessoas que estavam na redondeza”, disse Samuel.
sO delegado explicou ainda que o policial civil está há dois anos na profissão e após o ocorrido ele mesmo entregou a arma usada e prestou socorro ao agente baleado. Depois de ser ouvido e de ter entregado a arma, o policial foi liberado e aguardará resultado do inquérito. “Se ficar provado que o policial agiu em legitima defesa, o que está apontando, segundo asinformações preliminares, é óbvio que será solicitado o arquivamento do caso”, explicou o delegado.

Ainda de acordo com Samuel Barreto, a mulher não foi ouvida, pois está internada em um hospital em Uberlândia em estado de choque. Já o americano, até o momento sabe-se apenas que ele tem 65 anos. “Como em tese ele foi vítima, não fazemos essa varredura de início, mas todas as informações sobre o americano serão inseridas na peça. Além disso, a PolíciaFederal deverá entrar em contato com a embaixada para tomar as devidas providências em relação ao corpo do estrangeiro”, finalizou o delegado.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Em vídeo, governador de MS participa de suposta coação eleitoral a servidores



Vídeo divulgado na internet mostra o governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), em aparente tentativa coação a servidores públicos comissionados. Nas imagens, gravadas no dia 10 de agosto e na sede do Diretório Estadual do PMDB em Campo Grande e divulgadas ontem (21), Puccinelli faz uma "chamada" com os participantes da reunião, pedindo que se identifiquem e digam em quem votarão para prefeito e vereador. Todos citam Edson Giroto, candidato peemedebista à prefeitura da capital.

A secretária de Estado de Administração do Estado, Thie Iguchi Viegas, participa do encontro. Em um trecho da gravação, um homem diz que votará em Edil Albuquerque (PMDB) para vereador. "Nós vamos por para votar para a Carla aqui, tá bom? Agora mudou, tá bom?", questiona o governador. "Tudo bem", responde o homem. Carla Stephanini disputa cadeira na Câmara Municipal pelo PMDB.

De acordo com o site Midiamax, que revelou o vídeo, promotores do Ministério Público Eleitoral pedem que a Polícia Federal entre no caso, “com a finalidade de averiguar a veracidade das informações citadas”. Para os promotores, “ao que tudo indica, o atual governador do Estado, André Puccinelli, estaria utilizando-se de seu poder político, como chefe do Executivo, para intimidar os servidores vinculados à Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social nos candidatos por ele apoiados”.

'Manipulação'
A assessoria de comunicação de Puccinelli declarou que não se manifestaria sobre o assunto, pois a reunião não foi um ato oficial do governador. Para a assessoria, o vídeo se trata de "material de campanha". No entanto, reconhece ser "possível" que servidores públicos tenham participado do encontro.

O PMDB de Mato Grosso do Sul afirma que o governador considera o vídeo uma "manipulação grosseira" e a reunião foi "aberta, realizada com militantes voluntários, que discutiam questões eleitorais."

Fonte:http://br.noticias.yahoo.com/em-v%C3%ADdeo--governador-de-ms-participa-de-suposta-
coa%C3%A7%C3%A3o-eleitoral-a-servidores.html

Nota:Isso acontece de forma bem velada na unidade que servi por mais de Dez anos que enfrentei chuvas frio massacre psicológico dos presos humilhação dos servidores de Belo Horizonte . Agora proíbem meus companheiros e amigos a colocar o material de campanha no carro particular fazendo ameaças . Pensam que não estou sabendo e que nãos estou tomando as providências legais . Com isso querem me assustar querem atrapalhar querem esconder a realidade daquela unidade . Estou certo de que meus amigos meus companheiros responderão isso na URNA e que todo meu trabalho e esforço não será em vão pois LUTEI LUTO E SEMPRE LUTAREI PELA CATEGORIA. Acredito em um Estado Democrático de Direito e o que estão fazendo lá e pior que uma DITADURA ... Como anteriormente já publicado no blogwww.claudiovitorinoasp.blogspot.com IMPORTANTE ISSO NÃO É PARA TODAS AS UNIDADES DE UBERLÂNDIA .. OBRIGADO A TODOS E LEMBREM-SE 33010 É O NOSSO NÚMERO

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Alexandre Garcia comentando a "CORRUPÇÃO NO BRASIL"



Nota; "apenas pensem reflitam e se possível multipliquem"

Obrigado

Claudio Vitorino

ESTAMOS TODOS CEGOS



Blog do Marcelo Cunha. terça-feira, 21 de agosto de 2012
Blog "Estamos todos cegos" analisa o livro "Só é Preso Quem Quer"


QUANDO CRIMINOSOS FAZEM AS LEIS, SÓ O POBRE VAI PRESO!


Impunidade, um câncer devorando as entranhas da Justiça Brasileira. Poucas pessoas duvidam dessa afirmação, assim como poucos duvidam que a impunidade aumente na mesma proporção em que aumenta o saldo bancário do criminoso.


Com dinheiro sobrando, os ricos e poderosos compram um exército particular de bons advogados, e estes, verdadeiros especialistas em encontrar brechas nas brandas leis brasileiras, arrastam um processo por anos, mantendo o "patrão" livre para cometer novos crimes e atrocidades.


O pobre? Bem, alguém precisa dar a ilusão de que o sistema funciona e o "João Ninguém" é perfeito para essa função. O favelado entra pela porta da frente da delegacia enquanto o bandido do colarinho branco sai pela porta dos fundos, e as pessoas acreditam que a justiça ainda funciona!



Justiça - Mais cega para uns do que para outros.

Não me entendam mal, crime é crime, merece punição e ponto final. A vítima não é menos vítima e o estupro não fica menos hediondo quando cometido por alguém que ganha salário minimo, mas não há como evitar o asco que sentimos ao presenciar inúmeros indivíduos sairem ilesos após confessarem seus crimes.


O brilho dourado das barras de ouro cega ainda mais a justiça!




O livro "Só é Preso Quem Quer!" escrito pelo promotor de justiça criminal Marcelo Cunha de Araújo, busca mostrar as razões pelas quais nossa justiça é tão lenta, ineficaz e injusta.


A principal razão?



Falta de Vontade Política! Simples, de acordo com o promotor: "os que mais se beneficiam com a ineficiência do sistema são justamente aqueles que detêm o poder de mudança."



Impunidade que abre portas...
Resumindo, nossos amados políticos, os "donos do poder", não criam leis mais severas, pois sabem que cedo ou tarde terão que enfrentá-las. Qual razão levaria um corrupto a modificar as leis existentes e punir com mais rigor a corrupção?



Aqui no Brasil? Nenhuma! Não é por acaso que os crimes campeões de impunidade sejam os crimes do colarinho branco.


Interessante notar que esse sistema é alimentado pela grande maioria do povo. Sim, porque os nossos políticos não são seres de outro planeta, nem tão pouco demônios vindos das profundezas abissais, são brasileiros eleitos por brasileiros.


São servidores do povo, seus representantes eleitos democraticamente.


Então, quando estes políticos nada fazem para combater a impunidade e quando se beneficiam dela, cada um de seus eleitores tem uma boa parcela de culpa!


Eles fazem o que fazem porque sabem que não são fiscalizados, que o povo está mais interessado em assistir a novela ou o jogo de futebol, sabem que o povo não gosta de política, sabem que com meia dúzia de promessas vazias e cestas básicas serão novamente eleitos.



Se quer um culpado pela impunidade que assola este país, olhe-se no espelho e pergunte a si próprio: "Em quem eu votei nas últimas eleições e o que eles fizeram durante o tempo que lá estiveram?"


Impunidade encoraja corruptos!

Fonte: http://estamostodoscegos.blogspot.com.br/2012/06/quando-criminosos-fazem-as-leis-so-o.html

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

TJMG condena hipermercado a indenizar cliente furtado em MG Cliente teve carro arrombado e pertences furtados em Uberlândia. Decisão foi publicada no site do TJMG, nesta segunda-feira (20).



O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) condenou um hipermercado a pagar indenização a um cliente que teve o carro arrombado no estacionamento e foram furtados um notebook, um forno micro-ondas, o estepe e documentos pessoais, em Uberlândia. O caso foi registrado em 2009 e o supermercado terá de pagar R$ 3.562 mil pelos danos materiais e R$ 6 mil pelos danos morais. A decisão foi publicada no site do TJMG, nesta segunda-feira (20).
saiba mais


Conforme informação do TJMG, a vítima de furto afirmou que, em 5 de fevereiro de 2009, o carro dela foi arrombado e foram furtados um notebook, um forno micro-ondas, o estepe e documentos pessoais. Ainda de acordo com o Tribunal, a empresa alegou que a vítima não comprovou a ocorrência do furto e nem que carro dela estava estacionado no pátio do hipermercado, pois não juntou no processo os tickets que comprovariam a entrada e a saída do veículo.

O juiz da 7ª Vara Cível de Uberlândia acolheu apenas o pedido de indenização por danos materiais. Segundo o juiz, o arrombamento ocorrido no estacionamento do hipermercado foi comprovado documentalmente e confirmado pelos depoimentos testemunhais.

No julgamento do recurso, o desembargador relator, Marcos Lincoln, confirmou a condenação da empresa ao ressarcimento dos danos materiais, mas acolheu também o pedido de indenização por danos morais.

Governo prepara campanha para estimular adoção de crianças e adolescentes



Pai de duas filhas adotivas, de 7 anos e 9 anos, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, defendeu nesta quinta-feira (7/6) mais agilidade nos processos de adoção de crianças no Brasil.

“Temos que buscar simplificar os procedimentos e dotar as varas da Infância e todo o processo [para adoção] de gente com qualificação suficiente. Fiquei três anos na fila da adoção, há gente que fica cinco anos, seis anos e há tantas crianças que precisam ser adotadas”, disse o ministro.

De acordo com Gilberto Carvalho, que participou da abertura do 17° Encontro Nacional de Apoio à Adoção, representando a presidenta Dilma Rousseff, o governo tem adotado medidas para facilitar os trâmites e está preparando uma campanha nacional para estimular a adoção de crianças e adolescentes.


“A presidenta Dilma se comprometeu a fazer uma grande campanha nacional de adoção, o grande trabalhode conscientização da maravilha que é a adoção, de criar uma cultura da refamiliarização das crianças."

A melhoria dos abrigos e a redução do tempo de espera na fila de adoção para pais e crianças também fazem parte da política do governo. Em carta lida por Carvalho, a presidenta disse que as crianças que vivem fora do convívio familiar estão entre os grupos mais vulneráveis e que tem trabalhado para melhorar essas condições.



“Desde o primeiro dia do meu mandato, temos fortalecido as ações e políticas de atenção e proteção às nossas crianças e aos nossos jovens, principalmente os mais pobres."

Na carta, Dilma louva o slogan "Unir para Cuidar" e parabeniza os organizadores do encontro. “Debater e criar ações de estímulo à adoção nos permitirá dar novos passos na garantia dos direitos de milhares de crianças e adolescentes brasileiros que vivem nas instituições de acolhimento em todo o país."

Segundo o ministro, o principal entrave a ser vencido é o tempo de espera e a solução para resolver esse problema é um parceria entre os Três Poderes. “O Executivo e o Judiciário, sempre com o apoio do Legislativo, podem ajudar a resolver essa questão e acelerar esse processo. O que é feito hoje em três anos, quatro anos, pode perfeitamente ser realizado em um ano, sem que se rompam os procedimentos necessários, porque a adoção é cercada de cuidados."

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Carlos Ayres Britto, que também participou do evento, prometeu se empenhar para reduzir o tempo e a burocracia nos processos de adoção. “Em nome do Judiciário brasileiro, compreendendo de modo especial o STF e o Conselho Nacional de Justiça, essas duas instituições que são casas de fazer destino, me coloco à disposição para colaborar e contribuir para facilitar os processos judiciais de adoção. A adoção é um direito que tem a criança de permanecer a um grupo familiar”, disse.

O professor Leonardo Boff partilha da opinião de Carvalho e de Britto e defende mecanismos mais ágeis para facilitar às crianças o acesso a uma família. “Às vezes demoram quatro anos ou cinco anos para que se crie a condição de adoção, as crianças já estão grandes e as pessoas desistem. A esperança é que a Justiça se mobilize para tornar o mais rápido possível a realização de um direito, que é ter uma família."

Em palestra para mais de 600 pessoas que assistiram a abertura do evento, Leonardo Boff disse que a adoção não é um mero ato jurídico, tem que “nascer do amor, do profundo sentimento do cuidado”. Teólogo, Boff citou que o primeiro exemplo de adoção foi o de São José, que adotou “o filho de Deus”.

Apesar da demora do atual sistema de adoção, o ministro e pai adotivo Gilberto Carvalho, diz que a espera vale a pena. “ Nossa vida mudou, é uma nova energia que chega a sua casa, te rejuvenesce, te dá essa alegria de ser chamado de pai de novo. Tenho três filhos naturais, é uma coisa maravilhosa”.

O encontro aberto hoje para discutir a adoção vai até sábado (9) e será encerrado pela ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário.


Mais de 300 esperam por doação na Central de Transplantes de Uberlândia






Mesmo em meio ao sofrimento pela perda de um ente querido, a família de jovem de 23 anos que morreu em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, decidiu ser solidária e doar os órgãos do rapaz. Ao todo, cinco pessoas devem ser ajudadas e receber os órgãos de que tanto necessitam. Um belo exemplo entre tantos, mas, segundo os médicos, ainda falta consciência das pessoas quanto à importância da doação.

Atualmente, 350 pacientes estão na fila de espera por um órgão na Central de Transplantes de Uberlândia, que abrange o Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas.
Segundo o coordenador da Central de Transplantes de Uberlândia, Thomson Palma, de 2010 para 2011 foi registrado um aumento de 180% no número de doações de órgãos na região. Já de 2011 para 2012 o aumento foi de apenas 33%, bem abaixo do esperado.

Na tentativa de resolver este problema, o Ministério da Saúde criou, em junho, o Programa de Implantação de Procura de Órgãos. Ainda de acordo com Thomson Palma a iniciativa deste projeto prevê a contratação e a implantação de núcleos especializados exatamente na busca ativa e identificação precoce de possíveis doadores.
saiba mais


Para ajudar ainda mais na conscientização sobre a doação, o Ministério da Saúde lança mão também das redes sociais. Em alguns perfis na internet, a pessoa pode expressar a vontade de ser doador, mas a decisão final cabe mesmo à família. E é aí que entra o trabalho da Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para transplantes.

O médico Hildo Paiva é o coordenador do trabalho que realiza transplantes de rins e córneas em um hospital particular de Uberlândia. Ele falou sobre a abordagem à família de um potencial doador. “Nós temos uma equipe multidisciplinar com psicólogos, assistentes sociais, médicos e enfermeiros que foram treinados para poder conversar com a família e mostrar a eles a importância da doação”, explicou.

No caso do jovem de Patos de Minas, a equipe da Central de Transplantes de Uberlândia realizou a captação dos rins, fígado e córneas, após constatada uma morte cerebral. E quando a família decidiu pela doação, o procedimento precisou ser rápido, já que nessas horas o tempo é tudo.

Trabalho que resulta na felicidade de pacientes como o da aposentada Merce Maria da Mota, de 56 anos, moradora de Varjão de Minas, no Noroeste do Estado. Durante dez anos ela precisou fazer hemodiálise em Patos de Minas por causa de problemas nos rins. Há 20 dias ela fez o transplante. No entanto, o médico reforça que a aposentada vai ter mais qualidade de vida. “Na medida em que a época do transplante for passando, as medicações necessárias vão diminuindo, passando a ter mais liberdade na vida dela, no dia a dia”, explicou o médico Márcio Ney.

A aposentada não vê a hora de ir para casa cuidar dos netos e,no coração dela, sobra o sentimento de gratidão. “Quero aproveitar meus netos que chegaram agora; passear, voltar a fazer as atividades de casa”, comentou.

Preconceito no Brasil : ele existe







Podemos negar e dizer que não , mas grande parte de nossa população já praticou ou sofreu algum tipo de preconceito !

Não digo apenas de preconceito racial , mas também social , sexual , religioso entre muitos outros que vemos . O grande problema é ver e não aceitar as decisões e situações das outras pessoas , falando muitas vezes sem pensar ou em forma de brincadeira .

Julgar sem conhecer ; È uma das más características dos seres humanos , sem contar a incrível sede de dominar e se sentir superior aos outros . Porém o mais triste é ver que o Brasil , um país com tantas misturas de raças , com tanta pobreza e miséria não abre os olhos para enxergar que somos todos iguais , e que para a nossa evolução é necessária a compreensão e aprovação a aqueles que chamamos de diferentes!




Preconceito no Brasil : ele existe

Podemos negar e dizer que não , mas grande parte de nossa população já praticou ou sofreu algum tipo de preconceito !

Não digo apenas de preconceito racial , mas também social , sexual , religioso entre muitos outros que vemos . O grande problema é ver e não aceitar as decisões e situações das outras pessoas , falando muitas vezes sem pensar ou em forma de brincadeira .

Julgar sem conhecer ; È uma das más características dos seres humanos , sem contar a incrível sede de dominar e se sentir superior aos outros . Porém o mais triste é ver que o Brasil , um país com tantas misturas de raças , com tanta pobreza e miséria não abre os olhos para enxergar que somos todos iguais , e que para a nossa evolução é necessária a compreensão e aprovação a aqueles que chamamos de diferentes!


Fonte:
http://www.artigonal.com/noticias-e-sociedade-artigos/preconceito-no-brasil-ele-existe-1364750.html 



domingo, 19 de agosto de 2012

Misturar álcool com energético pode causar problemas cardíacos





Quem consome ambos juntos tem seis vezes mais chances de sentir o coração acelerado, além de problemas para dormir e sintomas de irritabilidade

Misturar álcool com bebidas do tipo energético pode causar palpitações cardíacas e distúrbios do sono. É o que diz pesquisa realizada pela Universidade da Tasmânia, na Austrália, e publicada pelo jornal Daily Mail.

Segundo o estudo, realizado com 400 homens e mulheres entre 18 e 35 anos, os que consomem a mistura têm seis vezes mais chances de sentir o coração acelerado do que os que ingerem apenas a bebida alcoólica. Apresentam também quatro vezes mais problemas para dormir, assim como tremores, irritabilidade e momentos de exaustão.

O que provoca os sintomas é a cafeína, já que as bebidas do tipo energético contêm aproximadamente 80mg da mesma. É o equivalente a uma xícara de café instantâneo.

A pesquisa, porém, também mostra que as pessoas que consomem as duas bebidas juntas tendem a abusar menos do álcool. Os autores do estudo admitem, no entanto, que o assunto deve ser estudado ainda mais. Lembram que investigações anteriores já provaram a associação entre energéticos e problemas cardíacos por aumentar a pressão arterial. A conclusão, portanto, é que os amantes da bebida devem estar alertas quanto à dose de consumo.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

O projeto, conforme matéria da Rede Globo, proíbe o Ministério Público de investigar atos de corrupção de Presidente da República, Governadores de Estados, Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais e Prefeitos.




CAROS AMIGOS

UM TAL DEPUTADO, CHAMADO JUTAHY MAGALHÃES, DO PFL DA BAHIA, É O AUTOR DE UM PROJETO DE LEI QUE LEGALIZA A CORRUPÇÃO EM NOSSO PAÍS (QUE ALIÁS JÁ É MUITA). O PROJETO, CONFORME MATÉRIA DA REDE GLOBO, PROÍBE O MINISTÉRIO PÚBLICO DE INVESTIGAR ATOS DE CORRUPÇÃO DE:
PRESIDENTE DA REPÚBLICA
GOVERNADORES
SENADORES
DEPUTADOS FEDERAIS
DEPUTADOS ESTADUAIS
PREFEITOS

DE ACORDO COM A NOVA LEI, QUE JÁ FOI APROVADA EM PRIMEIRO TURNO NO CONGRESSO, ESSA "GALERA" AÍ , VAI DEITAR E ROLAR COM O DINHEIRO PÚBLICO SEM SER IMPORTUNADA.

ENTÃO, CAROS INTERNAUTAS, VAMOS ESPALHAR ESSE ASSUNTO PARA TODA A REDE, VAMOS PRESSIONAR TUDO O QUE FOR POSSÍVEL PARA QUE ESSA LEI, ABSURDA E IMORAL, NÃO SEJA APROVADA. VAMOS UTILIZAR TODOS OS MEIOS POSSÍVEIS, TELEVISÃO, RÁDIOS, JORNAIS, ETC, ETC.....

O BRASIL E O POVO BRASILEIRO NÃO PODEM, DE FORMA ALGUMA, ACEITAR ISSO; QUE MEIA DÚZIA DE PARLAMENTARES MAL INTENCIONADOS ( O QUE PARECE O CASO DO TAL DE JUTAHY) LEGALIZEM A CORRUPÇÃO E A BANDALHEIRA EM NOSSO PAÍS.

NÓS INTERNAUTAS JÁ FOMOS RESPONSÁVEIS POR SOLUÇÕES E DIVULGAÇÃO DE VÁRIOS CASOS LAMENTÁVEIS QUE ENVERGONHAM TODO E QUALQUER CIDADÃO DE BEM.

ACREDITO SER ESTA CAUSA JUSTA E QUE MERECE SER DE CONHECIMENTO DE TODA A POPULAÇÃO.

NÃO VAMOS DE FORMA ALGUMA DEIXAR PASSAR EM BRANCO ESTE ATO VERGONHOSO ARQUITETADO POR ESTE ELEMENTO DO PFL DA BAHIA. FIQUEM ATENTOS......................E VAMOS SALVAR O BRASIL DE MAIS ESTA MARACUTAIA.

DIVULGUEM ESTE MANIFESTO PARA TODOS DO SEU CATÁLOGO DE ENDEREÇO.





Versão de fevereiro de 2010.


Sent: Tuesday, February 02, 2010 11:31 AM
Subject: LEI FEDERAL>>URGENTISSIMO

Vejam o escárnio que um deputado federal está propondo.
Por favor, alastremos este e-mail pela internet o mais rápido possível. Leiam...
Olhem o absurdo!!!!
A fonte é boa. Vejam no final, quem assinou.

Independentemente de orientação política, é preciso estar atento ao que anda acontecendo no Congresso Nacional.
Divulgue!!!
Mande para pessoas formadoras de opinião.

Chega de sermos otários.

A internet está dando resultado. Temos um poderoso meio de comunicação na mão.
Vocês viram a Petrobrás baixando os preços dos combustíveis?
A internet pressionou muito divulgando para que boicotássemos os Postos BR (Petrobrás).
Precisamos mostrar que o povo tem força e luta pelos direitos e uso correto do dinheiro público.
Tem certas coisas que só dependem de nós, e este absurdo, não podemos deixar.


Atenção:


Um deputado chamado Jutahy Magalhães , do PSDB da Bahia, é o autor de um projeto de lei que legaliza a corrupção em nosso país (que parece não ser muita!).
O projeto, conforme matéria da Rede Globo, proíbe o Ministério Público de investigar atos de corrupção de Presidente da República, Governadores de Estados, Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais e Prefeitos.
De acordo com a nova lei, que já foi aprovada em primeiro turno no congresso, esse pessoal aí vai deitar e rolar com o dinheiro público, sem ser importunado.
Então, caros internautas, vamos espalhar esse assunto para toda a rede. Vamos pressionar de todas as formas possíveis, para que essa lei absurda e imoral não seja aprovada.
Vamos nos utilizar de todos os meios disponíveis: televisão, rádios, jornais e etc.

O Brasil e o Povo Brasileiro não pode, de forma alguma, aceitar isso: que meia dúzia de parlamentares mal intencionados (o que parece ser o caso do tal Jutahy) legalizem a corrupção e a bandalheira em nosso País. Nós, internautas, já fomos responsáveis por soluções e divulgação de vários casos lamentáveis que
envergonham todo e qualquer cidadão de bem.
Acredito ser esta causa justa e que precisa ser levada ao conhecimento de toda a população .

Não vamos, de forma alguma, deixar passar em branco este ato vergonhoso, arquitetado por este elemento.
Fiquem atentos, e vamos salvar o Brasil de mais esta maracutaia..

Divulguem este manifesto para todo o seu catálogo de endereços.

Obrigado,

Franklin Martins (Rádio CBN e Rede Globo)


domingo, 12 de agosto de 2012

Em Uberlândia, 23% dos jovens de 16 e 17 anos têm título de eleitor


Em Uberlândia, 23% dos jovens de 16 e 17 anos têm título de eleitor





Carlos Paganini, 17, já tem o título de eleitor e acredita que é bom começar a votar cedo

Enquanto 43,2% dos jovens brasileiros com 16 e 17 anos têm o título de eleitor e podem votar no pleito deste ano, 22,9% dos adolescentes de Uberlândia nessa faixa etária têm interesse em ir às urnas. Dos 20,3 mil adolescentes que residem no município, de acordo com o Censo 2010 do IBGE, 4,7 mil estão aptos a participar da escolha do próximo prefeito e dos 27 vereadores que vão compor a legislatura 2013/2016. Em relação às eleições de 2008, houve na cidade um crescimento de 1,3 ponto percentual na proporção de eleitores de 16 e 17 anos, se for considerado o número total de jovens nessas idades.

Ainda assim, há uma discrepância quando o percentual é comparado ao número nacional. De acordo com a professora de Filosofia Política da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Ana Maria Said, a situação pode ser explicada pela cultura de formação política da região.

Segundo ela, os jovens uberlandenses não dão tanta importância para o sistema político quanto deveriam. “É uma questão cultural, de formação de mentalidade, formação política, formação democrática da juventude e de informação. É preciso mostrar aos jovens que é importante escolher, que há possibilidade de transformação e isso está na mão deles”, disse.

O estudante Matheus Henrique Rosa, de 16 anos, faz parte do grupo que preferiu, por enquanto, não tirar o título eleitoral. Para ele, decidir o futuro político de Uberlândia é uma responsabilidade muito grande. “Preferi deixar para votar mais pra frente para ter mais certeza das coisas que quero e poder fazer uma escolha melhor.”

Aline Teixeira, de 17 anos, também vai esperar. “Nas próximas eleições eu já terei a idade obrigatória e, com certeza, estarei mais madura, com pensamentos mais certos, focados, e terei mais condições de escolher bem nossos representantes”, afirmou.

Apesar de muitos jovens deixarem de ir às urnas por falta de estímulo ou por se sentirem despreparados para esta responsabilidade, o estudante Carlos Paganini, de 17 anos, fez questão de tirar o título de eleitor e já tem estratégias para escolher em quem depositar seu voto de confiança neste pleito. “Acredito que é bom começar desde agora a ajudar a escolher o futuro da nossa cidade.”
Jovens deveriam ter mais empenho


Matheus Henrique Rosa, 16, adiou a responsabilidade do voto para “fazer uma escolha melhor”

O percentual de jovens com 16 e 17 anos aptos a votar tanto em Uberlândia quanto no país ainda é baixo. Na avaliação do professor de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB), David Fleischer, é importante que os adolescentes dessa faixa etária se empenhem mais nas questões políticas e sociais. “Muitos desses jovens já começam no trabalho formal e pagam tributos, como INSS, e deveriam participar mais da sociedade e da vida política do país”, disse.

Fleischer afirmou também que o interesse dos jovens menores de 18 anos pelo sistema político pode forçar os candidatos a ter mais propostas que beneficiem essa faixa etária, como melhorias para as escolas secundárias, principalmente para a etapa preparatória para o vestibular, e geração de empregos.
Eleitorado com mais de 70 cresce 28%

Se, por um lado, a proporção de adolescentes de 16 e 17 anos que tiraram o título de eleitor cresceu 1,3 ponto percentual de 2008 para 2012, em Uberlândia, por outro, o aumento da expectativa de vida fez crescer em 28,16% a quantidade de eleitores acima de 70 anos. Este grupo que, assim como os menores de idade, tem voto opcional, passou de 21,7 mil, há quatro anos, para 27,8 mil, neste ano.

Em Uberlândia, os eleitores acima de 70 anos representam 5,48% do contingente apto a votar. O pleito de 2012 será o primeiro em que o aposentado Manoel Joaquim Rios (70) poderá optar por votar, mas ele já decidiu. “Eu vou votar enquanto der conta de ir até a sessão. A gente tem que escolher os nossos representantes. É uma forma de eu exercer a minha cidadania”, afirmou.

A também aposentada Maria das Graças Ferreira (73) compartilha do mesmo pensamento. “Enquanto eu estiver com saúde eu vou votar sim. É importante a gente eleger quem a gente quer que represente o povo, que administre a cidade, escolher quem é melhor para comandar e fazer as coisas que precisam ser feitas.”

sábado, 11 de agosto de 2012

Agentes Penitenciários contratados de todas as cidades de MG estão tendo seus contratados não RENOVADOS..



Agentes Penitenciários contratados de todas as cidades de MG estão tendo seus contratados não renovados, com base na simples fundamentação de discricionariedade da Administração Pública, personificada na pessoa dos diretores gerais da UPs. Vale ressaltar que não estou aqui para discutir os atos e poderes emanados do poder público, que ao meu ver, estão sendo avaliados sobre a estrita ótica da legalidade. Essa semana, vimos alguns casos de não renovação, por questões meramente pessoais, que nos levaram à uma profunda indignação. Se temos o nosso serviço de inteligência e contra inteligência, que embora formado por excelentes profissionais é de extrema precariedade ( investimento em equipamentos, armamentos, escutas legais, intercâmbio com as demais forças policiais), que estes façam o verda
deiro serviço de levantamento dos criminosos que estão em nosso meio e que com base em provas legais e autênticas, possam extirpar de uma vez por todas os falsos Agentes Penitenciários. Chega de amadorismo, falácias e perseguições pessoais. O Contrato Administrativo pode ser frágil, mas depois de ser renovado por vários anos, não pode ser objeto de simples avaliação legalista, desrespeitando princípios como a da dignidade da pessoa humana e segurança jurídica.

Diretores Gerais das UPS, limpem suas Unidades, ajam com o poder coercitivo e legal, mas como dizia o grande jurista Rui Barbosa, "nunca abandoneis a boa causa da vossa honra, pelo qual deveríeis morrer, se com ela não pudésseis triunfar."

Raphael Fernandes dos Reis
Agente de Segurança Penitenciário desde 2004
Diretor Estadual do Sindasp Zona da Mata
Coordenador da Central Integrada de Escolta de JF-MG
ASP IB


Nota : o Estado certamente irá prejudicar muitos servidores que dedicaram sua vida ao trabalho , temos que estar atentos isso que estão fazendo é muito grave ... Para aqueles que estão no sistema a mais ...




Fonte:http://www.facebook.com/groups/181788895202215/408589909188778/?notif_t=group_activity

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Proibição de visitas de menores a parentes em presídio divide opiniões Decisão foi tomada pela Justiça em Poços de Caldas, MG. Segundo OAB, separação de pais e filhos é prejudicial.



Uma decisão do juiz corregedor de Poços de Caldas (MG), Narciso Monteiro de Castro, proíbe menores de 18 anos de visitarem parentes que estão presos no presídio da cidade. De acordo com Castro, as visitas ferem o estatuto da criança e do adolescente, já que a cadeia não é um ambiente adequado ou seguro para os menores.

Outro motivo seria a rebelião do mês de janeiro deste ano que durou mais de quatro horas. Segundo o juiz, havia informações de que um novo motim poderia acontecer a qualquer momento.

“O presídio é inadequado para os menores porque é um ambiente que oferece risco. A partir daí comecei a indeferir os pedidos de visita”, informa Castro.

A decisão, que começou a valer a partir de 18 de julho, divide opiniões no município. Para o Conselho Tutelar, a decisão foi adequada. Já a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) acha que o juiz deve rever a situação. Representantes do órgão em Poços de Caldas levaram nesta quinta-feira (9) um documento até o Fórum pedindo para que o juiz reconsidere a determinação. O vice-presidente da comissão de direito humanos da OAB, Wanderley de Mello, acredita que a separação de pais e filhos é prejudicial.

“Eu entendo que a visita dos filhos aos pais é benéfica para o preso, porque recebendo a visita de familiares o detento vai repensar aquela situação que viveu e provavelmente não voltará a praticar aquele delito, reintegrando a sociedade”, afirma.

Segundo o juiz, a decisão não é permanente e o pedido da OAB deve passar por uma análise. “Nenhuma decisão é para sempre, elas são tomadas para um determinado momento. Se a situação se modificar, a decisão também vai sofrer alteração”, pontua Castro.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

CUSTO DA "BOLSA PRESO É QUASE O MESMO DA EDUCAÇÃO BÁSICA







Gastos com ‘Bolsa Preso’ chegam a R$ 142 milhões . Valor é quase o mesmo que o desembolsado com instituições federais de educação básica

Marcio Allemand
GLOBO : 9/08/12 - 8h42


RIO - Só nos seis primeiros meses deste ano, o governo gastou com dependentes de presos com contribuição prévia à Previdência Social (INSS) um total de R$ 142 milhões. O valor desembolsado neste período é quase o mesmo previsto para os gastos com o funcionamento das Instituições Federais de Educação Básica e quatro vezes o que será desembolsado com a ação de “apoio ao Desenvolvimento da Educação Básica nas Comunidades do Campo, Indígenas, Tradicionais, Remanescentes de Quilombo e das Temáticas de Cidadania, Direitos Humanos, Meio Ambiente e Políticas de Inclusão dos Alunos com Deficiência” em 2012.

O benefício, conhecido como “auxílio-reclusão”, é pago mensalmente pelo INSS e é destinado aos dependentes de segurados que cumprem pena em regime fechado ou semiaberto. O valor, que varia dependendo da contribuição prévia de cada preso, vai de R$ 622 a R$ 915, conforme portaria interministerial n° 2 (06/01/2012). Para poderem receber o benefício, os dependentes devem comprovar que o preso é segurado e, de três em três meses, precisam atestar que o mesmo continua cumprindo pena encarcerado.

Em junho deste ano 36.153 segurados foram beneficiados pelo auxílio-reclusão e o valor recebido foi, em média, R$ 681. Os números representam apenas 0,12% do total de segurados incluídos no “Regime Geral de Previdência Social” (RGPS) no mês. Para que os dependentes recebam o auxílio, o preso não pode receber salário ou qualquer outro benefício durante a reclusão (como auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço). Em caso de fuga, liberdade condicional, transferência para prisão albergue ou cumprimento da pena em regime aberto, o benefício é interrompido, assim como se a condição de “dependente” for perdida. O auxílio-reclusão também pode ser convertido em pensão vitalícia no caso de óbito durante o cumprimento da pena.

O Ministério da Previdência Social não soube informar a previsão dos gastos para o próximo semestre, já que os valores variam de acordo com o número de presos e podem ser alterados em casos de fugas e rebeliões.

Brasil tem mais de meio milhão de presidiários

Dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) revelam uma população carcerária de 514.582 presos (números referentes a dezembro de 2011 e publicados em 2012). Tamanho volume de presos deixa o Brasil em quarto lugar no ranking elaborado pelo “Centro Internacional para Estudos sobre Prisões” em parceria com a Universidade de Essex, sobre as maiores populações penitenciárias do mundo. O Brasil fica atrás apenas dos EUA, China e Rússia. Porém, o fenômeno igualmente se mostra marcante pelo constante crescimento da população carcerária brasileira nas últimas décadas, de acordo com o site Contas Abertas. O Depen mostra que, em 2000, o número de detentos era de 232.755. Em 2005, passou para 361.402 (aumento de 55% em cinco anos) e em 2010, para 496.251 presos (aumento de 37% no mesmo período).

A assessoria do Ministério da Justiça ressalta que o Depen atua de forma complementar em relação aos estados, responsáveis pela manutenção de seus sistemas prisionais e que o órgão repassa recursos e induz políticas. No âmbito do Ministério da Justiça, estão em andamento diversas iniciativas para diminuir o déficit carcerário nacional e melhorar a situação do sistema penitenciário em geral, tais como:

O Programa Nacional de Apoio ao Sistema Prisional, lançado em novembro de 2011, com um repasse de R$ 1,1 bilhão aos estados pelos próximos três anos. De acordo com o Ministério da Justiça, a iniciativa deverá gerar 42,5 mil vagas em penitenciárias e cadeias públicas.

A ressocialização por meio do trabalho, investimento de R$ 4 milhões em oficinas de capacitação profissional para reinserção de presos, cujo objetivo é criar alternativas de ressocialização, possibilitando ao preso deixar o sistema carcerário com capacitação para que possa ter um ofício e conseguir emprego. Os projetos de reinserção diminuem as taxas de reiteração na criminalidade.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Delegado é baleado durante operação em Uberlândia



Um delegado foi baleado no fim da tarde desta terça-feira (7) durante uma operação da Polícia Civil em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Segundo informações da Polícia Militar, a ação de combate à criminalidade estava sendo feita no bairro Campo Alegre.

O delegado foi baleado no braço e levado para o hospital da cidade. Além dos agentes da PC que já estavam no local, homens da Polícia Militar também foram acionados para dar apoio na ocorrência. Até a noite desta terça, ninguém havia sido preso.

Ainda conforme a PM, o delegado não corre risco de morrer. Não houve outros feridos na operação.







Fonte:http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=358086&busca=delegado%20baleado%20uberlandia&pagina=1

sábado, 4 de agosto de 2012

Como Identificar um Fake Baddo Two cuidado fiquem atentos – Perfil Falso Cuidado isso está se tornado curriqueiro nesses sites..



Hoje em dia a internet da mesma forma que nos facilita a vida em tantos pontos, nos coloca diante de situações muito estranhas.

Os sites de relacionamento como Orkut, Badoo, Twitter e tantos outros estão lotados de perfis e alguns falsos.

Existe a necessidade de dizer que perfil falso é crime!

A utilização indevida da imagem de alguém pode ser punida civilmente através de uma ação movida pela vítima. Já o uso da imagem juntamente com dados pessoais caracteriza o crime de falsa identidade.

Quando há intenção de prejudicar ou se aproveitar, o crime é ainda mais grave sendo qualificado como falsidade ideológica.

Um perfil falso criado para fins ilícitos e para prejudicar a pessoa “clonada” pode também ser enquadrado no crime de difamação.

Em todos os casos, os perfis podem ser legalmente retirados do ar e a vítima tem direito a indenização.

Os fakes nada mais são pessoas que se escondem atrás de personagens, sejam famosos ou mesmo roubam fotos de outros perfis e começam a se passar pela pessoa.

O que será que faz uma pessoa fazer tal coisa?

Quando se trata de artista poderíamos dizer que por ser fã isso levaria a tal atitude.

Em outros casos pode ser um desvio de personalidade e a pessoa se achar feia demais, não se aceitar, querer aprontar alguma com alguém e existem aqueles que até fazem perfis fakes de sexo diferente do seu.

Existem aqueles fakes também que fazem parte de ligas contra a pedofilia, chamados fakes do bem.

Na realidade não existe uma explicação para a existência de tantos perfis falsos na internet, pois ainda não foi muito estudado.

Uma pessoa que se passa por outra fatalmente se denuncia por isso antes de acreditar piamente em um perfil, analise o conteúdo.

Erros graves de português, informações e declarações absurdas ainda mais de aspecto pessoal que não condizem com a pessoa em questão, enfim, pequenos detalhes denunciam um farsante.

Dicas para identificar:
Quando for artista famoso, o número de seguidores pode ser uma dica, um perfil com muito seguidores normalmente não é falso.
No caso do Twitter existe o selo de autenticidade, embora aqui no Brasil somente dois artistas tenham pedido.
Fakes detestam ser confrontados e se o são, somem por um tempo
Eles adoram fotos de longe e de costas e com um pouco de observação algumas nem são da mesma pessoa.
Fakes também adoram conversar pelo MSN, mas nunca têm webcam.
Os recados são outro ponto importante, os recados dos fakes nunca dizem coisas pessoais
Os depoimentos nunca são de amigos de longa data ou parentes próximos
Eles não têm mãe, irmãos, parentes ou amigos de infância no Orkut;
Se mulheres, quase sempre são loiras, do tipo modelo
Homens também e nunca em mesa com amigos, baladas, casamentos, festas de aniversário
São sempre bonitos, possuem corpos atléticos e, geralmente, estão entre os 25 e 30 anos e amam ser elogiados.
Colecionam mensagens de elogios e apaixonados.

Bem acho que deu para você tomar cuidado e não se iludir.

Conheço casos de pessoas que se apaixonaram por um fake e além da vergonha saíram com o coração partido!

Muita atenção!



Sites de relacionamento oferecem perigo para usuários, diz estudo



Os sites de relacionamento da internet, como o MySpace e o Facebook, cada vez mais populares, apresentam riscos para a segurança de seus usuários, segundo estudo britânico publicado na segunda-feira (12).

Um quarto dos 10,8 milhões de usuários britânicos desse tipo de site revela dados sensíveis em seus perfis virtuais, como o local onde moram ou a data de nascimento, aponta o estudo governamental para a campanha Get Safe Online (algo como Navegue Seguro na Internet).

A pesquisa mostra que 34% dos usuários entre 18 e 24 anos divulgam informações que poderiam ser usadas com fins criminais.

"Mesmo que algumas dessas informações pareçam inofensivas, fornecem na verdade um rico material para criminosos" e todo tipo de fraudes, afirma Tony Neate, diretor da campanha informativa.

"Sua data de nascimento ou o local onde você vive são suficientes para que alguém obtenha um cartão de crédito em seu nome", explica.

"Enquanto a maioria das pessoas não forneceriam esse tipo de dado a um estranho normalmente, elas a divulgam pela internet sem problemas, onde todos podem ver", diz.

Mesmo assim, 15% dos usuários não usam qualquer ferramenta para que os dados presentes nesses sites sejam confidenciais e 24% dos internautas usam a mesma senha em todos os sites.

Entre os usuários das páginas de relacionamento, 29% buscam informações sobre antigos amores. Essa proporção aumenta para 39% entre 25 e 34 anos de idade.

Um em cada três usuários procura informações sobre seu chefe, seus companheiros ou a respeito de candidatos a uma vaga de emprego.

Concurso para soldado da PMMG terá 2 mil vagas.


Minas Gerais terá mais 3.900 policiais militares e civis nas ruas, na tentativa de combater a criminalidade e para atuar nas copas das Confederações, em 2013, e do Mundo (2014). O reforço, embora bem-vindo, está longe de acabar com o déficit nas duas corporações. Ambas precisarão, ainda, de pelo menos mais 6.250 servidores, conforme prevê a Lei Orgânica das polícias Civil e Militar.

O concurso para soldado terá 2 mil vagas, e a intenção do governo de Minas é divulgar o edital com as regras para inscrição nos próximos meses. Depois da seleção, os novos militares terão que fazer um curso com duração de nove meses.

Para a Polícia Civil, serão mais mil servidores, atuarão nos setores burocráticos da instituição e 900 estagiários de direito. Esses estudantes ajudarão na assessoria jurídica da Polícia Civil. Com as novas contratações, a instituição vai retirar os agentes dos gabinetes para que eles reforcem as investigações em campo.

Levantamento feito pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento e Gestão mostra que a Polícia Civil de Minas precisa de 18.500 servidores para ajudar nas investigações, mas, pela Orgânica do Estado (nº85/2005), seriam necessários 12.250.

“A lei precisa ser modificada. Ela foi elaborada há sete anos, quando os índices de criminalidade eram menores. A Polícia Civil precisa de pessoas treinadas para investigar os crimes e para elaborar os inquéritos”, analisou o advogado Enir Lemos, especialista em segurança pública.

Enferrujados

O presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil, Denilson Martins, defende a contratação de servidores paratrabalhar na área administrativa, mas alerta que os policiais que retornarão para as ruas precisam ser treinados. “Eles ficaram mais de cinco anos cuidando de funções burocráticas em gabinetes e perderam a prática de investigar. Por isso, precisam passar por um reciclagem”, disse Martins.

Claudio Vitorino em ação..

Postagens populares

Google+ Followers

Arquivo do blog

Claudio Vitorino em ação..

Aquele que acredita que o interesse coletivo está acima do interesse individual , que acredita que tudo e possível desde que tenha fé em Deus e coragem para superar os desafios...

Vida difícil? Ajude um estranho .

Pode parecer ilógico -no mínimo pouco prioritário- ajudar um estranho quando as coisas parecem confusas na nossa vida. Mas eu venho aprendendo que este é um poderoso antídoto para os dias em que tudo parece fora do lugar.

Como assim, pergunta o meu leitor mais cético? E eu explico:
Há duas situações clássicas onde podemos auxiliar uma pessoa que não conhecemos. A primeira é através de doações e gestos similares de caridade. Estes atos são maravilhosos e muito recomendáveis, mas não é deles que quero falar hoje.


Escolhi o segundo tipo: aquelas situações randômicas onde temos a oportunidade de fazer a diferença para uma pessoa desconhecida numa emergência qualquer. Na maioria das vezes, pessoas com quem esbarramos em locais públicos, envolvidas em situações que podem ir do estar atrapalhado até o precisar de mãos para apagar um incêndio.

E o que nós, imersos nas nossas próprias mazelas, distraídos por preocupações sem fim amontoadas no nosso tempo escasso, enfim, assoberbados como sempre... O que nós temos a ver com este ser humano que pode ser bom ou mau, pior, pode sequer apreciar ou reconhecer nosso esforço?


Eu vejo pelo menos seis motivos para ajudar um estranho:


1) Divergir o olhar de nossos próprios problemas
Por um momento, por menor que seja, teremos a chance de esquecer nossas preocupações.
Dedicados a resolver o problema do outro (SEMPRE mais fácil do que os nossos), descansamos nossa mente. Ganhamos energia para o próximo round de nossa própria luta.
Esta pausa pode nos dar novo fôlego ou simplesmente ser um descanso momentâneo.


2) Olhar por um outro ângulo
Vez ou outra, teremos a oportunidade de relativizar nossos próprios problemas á luz do que encontramos nestes momento. Afinal, alguns de nossos problemas não são tão grandes assim...
Uma vez ajudei Teresa, a senhora que vende balas na porta da escola de meu filho. A situação dela era impossível de ser resolvida sozinha, pois precisava “estacionar” o carrinho que havia quebrado no meio de uma rua deserta. Jamais esquecerei o olhar desesperado, a preocupação com o patrimônio em risco, com o dia de by Savings Sidekick">trabalho desperdiçado, com as providências inevitáveis e caras. E jamais me esquecerei do olhar úmido e agradecido, apesar de eu jamais ter comprado nada dela. Nem antes nem depois.
Olhei com distanciamento o problema de Teresa. E fiquei grata por não ter que trabalhar na rua, por ter tantos recursos e by Savings Sidekick">oportunidades. E agradeci por estar lá, naquela hora, na rua de pouco movimento, e poder oferecer meus braços para ela.


3) Não há antes, nem depois ...
Na intricada teia de nossos by Savings Sidekick">relacionamentos, dívidas e depósitos se amontoam. Ajudar um conhecido muitas vezes cria vínculos ou situações complexas. Ás vezes, ele espera retribuir. Outras vezes, esperamos retribuição. Se temos ressentimentos com a pessoa, ajudá-la nem sempre deixa um gosto bom na boca. Se ela tem ressentimentos conosco, fica tudo muito ruim também.
Já com estranhos são simples. É ali, naquela hora. Depois acabou. E não há antes. Que alívio!
(mas não vamos deixar de ajudar os conhecidos dentro de nossas possibilidades, hein?)


4) A gratidão pelo inesperado é deliciosa
Quem se lembra de uma vez em que recebeu uma gentileza inesperada? Não é especial? E nem sempre estamos merecendo, mal-humorados por conta do revés em questão.
Ou quando ajudamos alguém e recebemos aquele olhar espantado e feliz?
Ontem mesmo, eu estava numa fila comum de banco. Um senhor bem velhinho estava atrás de mim. Na hora em que fui chamada, pedi que ele fosse primeiro. “Mas por que, minha filha?”. “Pelos seus cabelos brancos”, respondi. Ele, agradecido, me deu uma balinha de hortelã. Tudo muito singelo, muito fácil de fazer, mas o sentimento foi boooom.


5) Quase sempre, é fácil de fazer.
Uma vez eu fiquei envolvida por uma semana com uma mãe e um bebê que vieram para São Paulo para uma cirurgia e não tinha ninguém para esperar no aeroporto. Levei para um hotel barato, acompanhei por uma semana e tive medo de estar sendo usada, reforçada pelo ceticismo de muitas pessoas ao meu redor. No final, deu tudo certo e a história era verdadeira.
Mas na maioria dos casos, não é preciso tanto risco ou tanto tempo. Uma informação; um abaixar para pegar algo que caiu; uma dica sobre um produto no supermercado. Dar o braço para um cego (nunca pegue a mão dele, deixe que ele pegue o seu braço, aprendi com meu experiente marido). Facílimo, diria o Léo. E vamos combinar, fácil é tudo que precisamos quando o dia está difícil, certo?

6) Amor, meu grande amor
Finalmente, ajudar estranhos evoca o nosso melhor eu. É comum termos sentimentos de inadequação, baixa auto-estima e insatisfação conosco quando estamos sob tempo nublado. E ajudar o outro nos lembra que somos bons e capazes. Ajudar um estranho demonstra desapego, generosidade, empatia pelo próximo. E saber que somos tudo isto quando o coração está cinza... É para olhar com orgulho no espelho, não?

Portanto, se hoje não é o seu dia... Faça o dia de alguém. E se é um dia glorioso... Vai ficar melhor!

Fonte:http://www.vivermaissimples.com/2011/03/vida-dificil-ajude-um-estranho.html

Karoline Toledo Pinto

Karoline Toledo Pinto
Karoline Agente Penitenciária a quase 10 anos , bacharelada no curso de Psicologia em uma das melhores Instituição de Ensino Superior do País , publica um importante ARTIGO SOBRE AS DOENÇAS QUE OS AGENTES PENITENCIÁRIOS DESENVOLVEM NO EXERCÍCIO DE SUAS FUNÇÕES . Aguardem em breve aqui será publicado .APESAR DAS PERSEGUIÇÕES INFUNDADAS DAS AMEAÇAS ELA VENCEU PARABÉNS KAROL SE LIBERTOU DO NOSSO MAIOR MEDO A IGNORÂNCIA CONTE COMIGO.. OBRIGADO CLAUDIO VITORINO

Filmes que mudarão sua vida..

  • A cor púrpora
  • A espera de um milagre
  • A procura da felicidade
  • A prova de fogo
  • Antes de partir
  • Desafiando gigantes
  • Ensina-me a viver
  • Paixão de Cristo

Postagens populares