Playlist

Playlist

Playlist

sábado, 13 de dezembro de 2014

“Sexo e as Negas”: nosso corpo na berlinda da mídia e do imaginário social



Por: Moara Correa e Bruna Rocha*

Não é necessário assistir à minissérie de Miguel Falabella para entender o seu papel semântico na sociedade brasileira, sobretudo em um momento como este, onde o povo negro começa a acessar políticas direcionadas à Reparação Racial no Estado. Aliás, o povo negro e, sobretudo, nós mulheres negras não merecemos passar por isso. O Coletivo Nacional de Juventude Negra – ENEGRECER e a Marcha Mundial das Mulheres vêm aqui denunciar esta produção em específico e toda a histórica postura racista dos meios de comunicação de massa do Brasil.

Devemos ressaltar que este não é um debate MORAL. Mulheres negras têm o direito de exercer sua sexualidade e podem existir produções que abordem este tema, assim como o tema da afetividade. Quando se tratam de mulheres negras, inclusive, estes debates ficam muito borrados. Acontece que existem formas e formas de trabalhar com este tema, e aqui repudiamos a forma como é construído o conceito de “Sexo e as Negas”.



Vamos começar pelo título: “As negas” é uma expressão que soa como as falas dos senhores referentes às escravas que estupravam diariamente – fato histórico responsável pela vangloriada miscigenação brasileira. Esse fato, ao menos no Brasil, é também responsável direto pelos discursos construídos em torno do corpo da mulher negra para o imaginário social brasileiro – fenômeno o qual chamamos de sexualização.

Se esse fator fosse uma exceção cultural, certamente não representaria um problema social, com desdobramentos reais na vida das mulheres. O discurso da sexualização é a base simbólica para diversas formas de violência sofridas pelas mulheres negras. É o nosso corpo colocado a partir do ponto de vista dos homens brancos, reproduzido por homens negros e toda a sociedade. O lugar do “sexo” é comprovadamente problemático por todos os estudos antropológicos e feministas, para todas as mulheres e sobretudo para as mulheres negras.

Enquanto mulheres, temos a sexualidade negada. Já como mulheres negras, temos a afetividade negada também. A mídia contribui para essa solidão; o sistema que mercantiliza nossos corpos e nossos vidas nós coloca fora do eixo afetivo, ao passo que nos impõe o mercado sexual, a erotização exacerbada e o trabalho doméstico semi-escravizado.
Enquanto mulheres brancas têm sua sexualidade castrada e imaculada, o corpo negro, construído como “maculado, quente e pecaminoso”, é bode expiatório de toda a libido violenta, machista e racista, universalizada através da mídia e de suas megaproduções.

A violência escravocrata incidiu de forma bem singular sobre a vida das mulheres negras no Brasil. O moralismo colonial que vigiava mulheres brancas, sub a mascara da proteção, e as impediam de viver sua sexualidade não incidia a sobre a vida das mulheres negra, já que na condição de escravas essa parcela da população foi coisificada. Enquanto uma mercadoria, esse ser humano sem alma, poderia ter seu corpo e sua força de trabalho explorada.

A mulher negra, para além da submissão do patriarcado, sofre a degradação por razões de raça e da inferioridade social imposta pela escravidão e pelo racismo contemporâneo.

O tema da sexualidade, que já evoca uma cadeia de ações repressoras por parte de estruturas do estado moderno, ainda muito ancorado na Moral Cristã, ganha uma dimensão mais profunda quando se trata do corpo negro, e sobretudo, das mulheres negras. Neste sentido, os avanços acerca da relação da sociedade com a sexualidade de modo geral, chegou de forma muito incipiente, e quase insignificante para as mulheres negras.

A violência escravocrata dos estupros caseiros, se reproduzem ainda em relações atuais. Nossa geração de mulheres negras (jovens) conviveu com um tempo onde era muito comum o estupro de empregadas domésticas, que viviam nas “casas de família” (modernas Casas-Grandes) pelos patrões, além da iniciação da vida sexual dos filhos com essas mulheres. É óbvio que os últimos avanços no empoderamento das empregadas domésticas, sobretudo a PEC das domésticas, vem revertendo este cenário, pois cada vez menos, as trabalhadoras domésticas dormem nas casas onde trabalham.

Toda essa carga histórica que é material na vida de cada mulher negra deste país, foi e ainda é bastante reforçada pela mídia, cotidianamente. A mídia naturaliza a exploração e reforça o estereótipo da hipersexualização. Isto nos ajuda a entender porque, no imaginário nacional, o estrupo, que é uma pratica condenável, abre brecha para julgamentos que culpabilizam a vítima e justificam o ato do estuprador.

Os argumentos que estruturam essa lógica são os mais diversos: a roupa usada, o consumo de bebidas alcoólicas, estar em um lugar inapropriado, entre outros. Nesta lógica conservadora de analisar os fatos, homens são incontroláveis, por isso as mulheres tem o dever de não provocar sua excitação e que no caso das mulheres negras tem um agravante, já que elas são consideradas “naturalmente” disponíveis sexualmente.

É justamente a ação racista e machista da mídia, costurada por outros eixos da cultura nacional, como a música e a literatura, que possibilita que essas opiniões tenham força social, por mais absurdas que pareçam, sendo abordadas desta forma da qual falamos aqui.

Esta movimentação do sentido e do discurso dominante, é feita de forma sutil e muitas vezes cínica. Observamos que nos últimos períodos, há uma tentativa midiática de cooptação desse segmento em ascensão. Mesmo sendo uma ascensão ainda muito lenta, a população negra passou a ser uma parte relevante público consumidor de “produtos culturais”. A armadilha mora na confusão que se coloca entre uma possível promoção ou visibilização do corpo da mulher negra e sua caricaturização erotizada e permanentemente violentada. “Sexo e as Negas” é uma dessas armadilhas.


A rede Globo vem criando estas armadilhas como nenhuma outra emissora. Começou com uma espécie de cotas para negros em papéis menos marginalizados, mas ainda sem nenhum protagonismo. Até em novelas sobre escravidão, os papéis de destaque sempre foram atribuídos aos brancos que, ironicamente, lutavam pela libertação dos escravos.

Em “Da cor do pecado”, a única nos últimos tempos com um real protagonismo negro, através do papel de Taís Araújo, várias leituras racistas eram veiculadas de forma subjetiva e objetiva. Sobretudo a partir do título e de todo o discurso construído ao longo da obra por meio fala das protagonistas “vilãs”, interpretadas por Giovana Antonelli e Lima Duarte. Em contraposição, muito pouco era dito pela boca das outras personagens mais “justas”, do ponto de vista de um discurso educativo, honesto, de enfrentamento ao racismo. Ou seja, o discurso racista era colocado à luz do holofote e a reação da negra era apenas de uma resistência individual, de luta pessoalizada e emotiva.

Mais recentemente, a Globo lança o programa “Esquenta”. Mais uma vez esbarramos no título. O que se pretende que a gente esquente? O mercado financeiro? A universidade? O desenvolvimento do país? A produção cultural? Não. E não nos interessa se uma vez ou outra foi feito um debate sério sobre o racismo neste programa: sua estética, seu cenário, sua construção discursiva e linha de conteúdos demonstra o quanto a globo tem interesse em nos manter em um lugar folclorizado, reduzido, caricaturado.

Não que não gostemos de música popular, arte erótica e arte de rua. Somos capazes e produzir o que quisermos, o que não nos falta é bagagem cultural e criatividade. Acontece que não queremos estar nestes espaços isolados, sem poder cruzar a fronteira. A sociedade burguesa e racista brasileira, não conseguindo invisibilizar completamente determinadas características do povo negro, passou a fazer pequenas concessões para nos permitir alguns lugares de destaque. A música e a arte popular de modo geral, passaram a ser espécie de guetos para negras e negras “bem-sucedidas”.

Como se reservando estes lugares, pudessémos nos contentar e nos acomodar. Nada contra, muito pelo contrário. Acreditamos nossa capacidade de superar o racismo e protagonizar o processo de reescritura da população brasileira e sua história. Mas isto não acontecerá apenas através das produções culturais e muito menos neste tipo de produção midiática.

Nós, mulheres negras, queremos e vamos estar nos cargos dirigentes, nas salas de aula, nos movimentos sociais, na arte, nas iniciativas contra-comunicacionais. Sabem por quê? Porque queremos estar à frente da construção de uma hegemonia política feminista, anti-racista e socialista neste país.

Nossa denúncia e apelo não é à rede Globo ou a esta mídia conservadora, mas ao Governo Federal que já recebeu denúncia através da SEPIR (Secretaria Nacional de Promoção da Igualdade Racial) e, sobretudo, à sociedade civil (organizada e não-organizada), para a importância de um novo marco regulatório das comunicações.

Em uma mídia democratizada, racistas não passarão.





Fonte:http://marchamulheres.wordpress.com/2014/09/17/sexo-e-as-negas-nosso-corpo-na-berlinda-da-midia-e-do-imaginario-social/

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Querem saber se existe racismo no Brasil? Façam o Teste do Pescoço!


NO BRASIL É DE FORMA SUBLIMINAR DE FORMA DITATORIAL DE FORMA MESQUINHA QUE TENDEM A ALGUNS IGNORANTES A PENSAREM QUE NO BRASIL NÃO EXISTE RACISMO, TÃO POUCO PRECONCEITO.  

( FOTO NÃO ILUSTRATIVA , REALIDADE )

Querem saber se existe racismo no Brasil? Façam o Teste do Pescoço!
1. Andando pelas ruas, meta o pescoço dentro das joalherias e conte quantos negros/as são balconistas;

2. Vá em quaisquer escolas particulares, sobretudo as de ponta como; Objetivo, Dante Alighieri, entre outras, espiche o pescoço pra dentro das salas e conte quantos alunos negros/as há . Aproveite, conte quantos professores são negros/as e quantos estão varrendo o chão;

3. Vá em hospitais tipo Sírio Libanês, enfie o pescoço nos quartos e conte quantos pacientes são negros, meta o pescoço a contar quantos negros médicos há, e aproveite para meter o pescoço nos corredores e conte quantos negros/as limpam o chão

4. Quando der uma volta num Shooping, ou no centro comercial de seu bairro, gire o pescoço para as vitrines e conte quantos manequins de loja representam a etnia negra consumidora. Enfie o pescoço nas revistas de moda , nos comerciais de televisão, e conte quantos modelos negros fazem publicidade de perfumes, carros, viagens, vestuários e etc

5. Vá às universidades públicas, enfie o pescoço adentro e conte quantos negros há por lá: professores, alunos e serviçais;

6. Espiche o pescoço numa reunião dos partidos PSDB e DEM, como exemplo, conte quantos políticos são negros desde a fundação dos mesmos, e depois reflitam a respeito de serem contra todas as reivindicações da etnia negra.

7. Gire o pescoço 180° nas passeatas dos médicos, em protesto contra os médicos cubanos que possivelmente irão chegar, e conte quantos médicos/as negros/as marchavam;

8. Meta o pescoço nas cadeias, nos orfanatos, nas casas de correção para menores, conte quantos são brancos, é mais fácil;

9. Gire o pescoço a procurar quantas empregadas domésticas, serviçais, faxineiros, favelados e mendigos são de etnia branca. Depois pergunte-se qual a causa dos descendentes de europeus, ou orientais, não são vistos embaixo das pontes ou em favelas ou na mendicância ou varrendo o chão;

10. Espiche bem o pescoço na hora do Globo Rural e conte quantos fazendeiros são negros, depois tire a conclusão de quantos são sem-terra, quantos são sem-teto. No Globo Pequenas Empresas& Grandes Negócios, quantos empresários são negros?

11. Nas programações das Tvs abertas, acessível à maioria da população, gire o pescoço nas programações e conte quantos apresentadores, jornalistas ou âncoras de jornal, artistas em estado de estrelato, são negros. Onde as crianças negras se veem representadas?

Aplique o Teste do Pescoço em todos os lugares e depois tire sua própria conclusão. Questione-se se de fato somos um país pluricultural, uma Democracia Racial e se somos tratados iguais perante a lei?!

* Você descobriu mais alguma coisa? Envie-nos para acrescentarmos a esta lista.


* * Este teste me foi ensinado pelo amigo Francisco Antero, e tenho adaptado no meu dia a dia. Foi assim que eu comecei a perceber todas as desigualdades existentes no meu país e mudei a minha opinião à respeito das Cotas Raciais para Negros e Índios.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Aumento na emissão de dióxido de carbono leva gases-estufa a nível record








GENEBRA (Reuters) - A quantidade de gases-estufa na atmosfera alcançou um valor recorde em 2013 por causa do aumento no nível de dióxido de carbono, alertou a Organização Meteorológica Mundial (OMM, na sigla em inglês) nesta terça-feira, clamando por uma ação internacional para combater a mudança climática.

“Sabemos acima de qualquer dúvida que nosso clima está mudando e se tornando mais extremo devido a atividades humanas como a queima de combustíveis fósseis”, disse o secretário-geral da OMM, Michel Jarraud, em um comunicado que acompanhou o Boletim de Gases-Estufa anual da entidade.

O aumento nos níveis de dióxido de carbono (CO2) está superando o do consumo de combustíveis fósseis, o que significa que a capacidade natural do planeta de absorver as emissões de gás pode estar diminuindo, segundo o relatório.

“Pode ser por causa da absorção reduzida de CO2 da biosfera”, afirmou Jarraud em uma coletiva de imprensa, ressaltando ser necessário pesquisar mais. “Se isso for confirmado, é uma preocupação significativa”.

A biosfera, incluindo plantas e solo, e os oceanos absorvem cada um cerca de 25 por cento das emissões humanas de CO2. Se essa média cair, mais gases-estufa ficarão retidos na atmosfera, onde podem permanecer durante centenas de anos.

Os oceanos estão ficando cada vez mais ácidos, o que limita sua capacidade de absorver dióxido de carbono. O nível de acidificação dos oceanos é inédito pelo menos nos últimos 300 milhões de anos, afirmou a OMM.

Ainda que as emissões humanas de CO2 diminuam em 80 por cento até 2050, o efeito estufa total na atmosfera mal terá diminuído até 2100. Quanto mais se empregam combustíveis fósseis, mais difícil será reverter o efeito estufa, alertou a entidade.

“Emissões de CO2 do passado, do presente e do futuro terão um efeito cumulativo tanto no aquecimento global quanto na acidificação dos oceanos. As leis da física não são negociáveis”, afirmou Jarraud. “Nosso tempo está acabando”.

As emissão estão aumentando principalmente por causa do crescimento industrial de China, Índia e outras economias emergentes. Quase 200 governos concordaram em chegar a um acordo que estabeleça um limite para o aquecimento global em uma cúpula em Paris no ano que vem.

O mundo tem o conhecimento e as ferramentas para manter o aquecimento global dentro da meta de 2 graus Celsius acima da época pré-industrial, disse Jarraud, o que “daria a nosso planeta uma chance e... um futuro a nossos filhos e netos”.



Fonte:http://noticias.br.msn.com/economia/aumento-na-emiss%C3%A3o-de-di%C3%B3xido-de-carbono-leva-gases-estufa-a-n%C3%ADvel-recorde-6

Ano de 2014 teve agosto mais quente desde 1880







Trator ara a terra em Los Banos, Califórnia

O mês passado foi o agosto mais quente de que se tem registro, e 2014 pode se tornar o ano mais quente desde 1880, anunciou nesta quinta-feira a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos Estados Unidos, com base na média mundial de temperaturas sobre as superfícies de continentes e oceanos.

Este relatório é divulgado a poucos dias de uma importante cúpula na ONU sobre as mudanças climáticas, onde, segundo a enviada sobre o tema, Mary Robinson, será abordado seriamente o problema do aquecimento global.

A temperatura mundial de agosto de 2014 foi de 16,35º C, ou seja, 0,75 grau Celsius acima da média mundial de 15,6°C do século XX, segundo o relatório climático mensal da NOAA.

"Foi a maior diferença da média de qualquer mês no registro", disse Jake Crouch, cientista da NOAA, que ressaltou que os registros começaram em 1880.

A temperatura média mundial do semestre janeiro-agosto de 2014 também foi a mais quente da história: 0,68°C acima da média do século passado, de 14,0°C.

"Se este desvio da média permanecer no restante de 2014, vamos superar 2010 como o ano mais quente registrado até agora", dise Crouch a jornalistas.

Em outras palavras, se os meses que restam do ano também se situarem como os mais quentes até agora, 2014 será o ano mais quente no mundo do qual se tem notícia, explicou.

A maioria das temperaturas dos oceanos foram muito mais quentes que sua média do mês anterior, acrescentou.

Em terra, as temperaturas nos Estados Unidos se mantiveram dentro da média, mas partes de Europa, Ásia Central e Austrália estiveram entre a média e um pouco mais frio que a média.

Mesmo a chegada do El Niño, o fenômeno climático que esquenta as águas do Pacífico equatorial e produz uma temporada mais úmida que o normal, não parece que será suficiente para reabastecer as reservas de água da costa sudoeste dos Estados Unidos, devastada pela pior seca que sofreu em um século.

"Neste ano, o El Niño não será o herói que tirará a Califórnia da seca", disse Alan Haynes, hidrólogo da NOAA.

O ano de 2013 já havia sido um dos mais quentes no mundo desde 1880. A temperatura média combinada de terras e oceanos foi na época de 14,52ºC, ou seja, 0,62 grau a mais que a média do século XX.

Diante deste panorama, mais de 120 líderes devem participar da cúpula da ONU na próxima terça-feira, convocados a dar um novo impulso nos esforços para abordar a ameaça da mudança climática antes de uma conferência crucial em Paris, no próximo ano.

"Vamos ter a maior reunião de chefes de Estado já vista no tema do clima num momento em que o mundo sabe que temos que avançar com urgência", sustentou Robinson em uma entrevista à AFP na quarta-feira.

A ONU tenta limitar o aquecimento global a dois graus centígrados acima dos níveis pré-industriais, mas os cientistas dizem que as tendências anuais de emissão podem encaminhar as temperaturas a mais do dobro deste nível até o fim do século.



Fonte:http://noticias.br.msn.com/verde/ano-de-2014-teve-agosto-mais-quente-desde-1880-1

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Grêmio pode até ser excluído da Copa do Brasil e torcedores suspensos por 720 dias






Aranha foi alvo de racismo durante jogo do Santos contra o Grêmio










Torcedores do Grêmio fazem críticas racistas a Aranha, goleiro do Santos



Depois de atos racistas da torcida do Grêmio para o goleiro Aranha, na partida contra o Santos, na última quinta-feira, o clube gaúcho poderá até mesmo ser excluído da Copa do Brasil, se o caso for levado para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Pessoas que estavam no estádio em Porto Alegre chamaram o jogador de "macaco" e fizeram imitações do animal como forma de provocação, flagradas pelas câmeras da ESPN Brasil.

De acordo com o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, atitudes discriminatórias, que consideram também em razão de raça e de cor, podem acarretar uma punição pesada às entidades desportivas aos quais os responsáveis pelos xingamentos são vinculados, no caso o time comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

"Caso a infração prevista neste artigo seja praticada simultaneamente por considerável número de pessoas vinculadas a uma mesma entidade de prática desportiva, esta também será punida com perda de pontos (...) e caso não haja atribuição de pontos pelo regulamento da competição, a entidade de prática desportiva será excluída da competição, torneio ou equivalente", diz o texto do 243-G do CBJD.

Ainda segundo o mesmo artigo, "quando a infração for considerada de extrema gravidade, o órgão judicante poderá aplicar as penas dos incisos V, VII e XI do art. 170", que significa o seguinte:

V - perda de pontos;

VII - perda de mando de campo;

XI - exclusão de campeonato ou torneio.

Além disso, os torcedores identificados pelos atos de racismo ficarão proibídos de ingressar no estádio pelo prazo mínimo de 720 dias, segundo o parágrafo segundo deste artigo.

Logo depois da partida, o direito Marcos Chitolina afirmou que, se os torcedores fossem identificados, o clube não seria punido. Mas, segundo especialistas no direito desportivo, a afirmação não está correta.

"O comportamento racista da torcida pode sim prejudicar o Grêmio. O clube pode perder pontos e até ser eliminado. Eu não vi as imagens, mas conheço as regras. Estou falando de forma geral. Se os torcedores forem identifcados, eles também serão punidos", afirmou Oswaldo Sestário, advogado atuante do STJD, em contato com a reportagem

"A identificação de torcedores para evitar punição só funcionar para o artigo 213, que é o de desordem. Se a denúncia vier no 243-G mesmo, o que vale está nos parágrafos dali, podendo haver sim punição ao clube", completou.
 


Fonte:http://esportes.br.msn.com/futebol/gr%C3%AAmio-pode-at%C3%A9-ser-exclu%C3%ADdo-da-copa-do-brasil-e-torcedores-suspensos-por-720-dias

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Eduardo Campos morre após acidente aéreo em Santos ..







RIO - O presidenciável Eduardo Campos (PSB-PE ) morreu na manhã desta quarta-feira após sofrer um acidente aéreo em Santos. O jato em que estava o político iria para um evento na cidade de Santos chamado SantosExport. A aeronave em que viajava do Rio para Guarujá perdeu contato com controle aéreo após arremeter durante o pouso. Segundo o candidato do PSB no DF, Rodrigo Rollemberg, a direção do partido o informou que os passageiros a bordo do avião que caiu eram: Eduardo Campos, sua esposa Renata, o filho Miguel, os assessores Pedro Valadares, Carlos Percol e um cinegrafista ainda não identificado.

O avião, um Cessna 560 XL, prefixo PR-AFA, deixou o aeroporto do Santos Dumont às 9h20m com destino a Santos. As informações foram confirmadas por Carlos Siqueira, primeiro secretário do PSB.

O ex-deputado Walter Feldman, que estava ao lado de Marina Silva em São Paulo, disse logo depois do acidente ter conversado com o deputado Márcio França, que recepcionaria Campos em Santos. França confirmou para o aliado que a aeronave que caiu tinha o prefixo da alugada pela campanha de Campos:

- Márcio França ligou e disse ter confirmado que o prefixo do avião é o mesmo de Campos. Mas temos que aguardar - explicou o ex-deputado.

Em seu gabinete no Tribunal de Contas da União, a ministra Ana Arraes, mãe de Eduardo Campos, ao ser informada dos rumores sobre a queda do avião em Santos, caiu no choro. Mas assessores informam que não há informação que confirmem que o candidato do PSB estava na aeronave.

O Corpo de Bombeiros confirmou a queda, que ocorreu na altura do número 136 Rua Alexandre Herculano, esquina com Rua Vahia de Abreu, nas imediações do Canal 3, a cerca de sete quadras da praia. Logo após a queda, a primeira informação era a de que se tratava de um helicóptero. Sete pessoas ficaram feridas e pelo menos três imóveis foram atingidos.

A sala de imprensa do Corpo de Bombeiros informou que sete vítimas foram socorridas em hospitais da região, mas ainda não há informações se elas eram ocupantes da aeronave ou moradores dos imóveis atingidos. O Pronto-Socorro Municipal de Santos confirmou que há quatro feridos internados na unidade.

A queda ocorreu pouco depois das 10h. A poucos metros do local do acidente funcionam uma escola infantil e uma academia de ginástica. A região tem casas e comércios.

O Comando da Aeronáutica informou, por nota, que o avião, modelo Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, caiu às 10h.

“A aeronave decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP). Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave”, diz nota da Aeronáutica.

A Aeronáutica investiga as causas do acidente.

O local onde ocorreu a queda é bastante movimentado. Testemunhas relatam que ouviram barulho de uma explosão. O quarteirão foi isolado pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e equipes de resgate. Com o estrondo na hora da queda, vidraças de lojas quebraram-se.


Fonte: http://oglobo.globo.com/brasil/eduardo-campos-morre-apos-acidente-aereo-em-santos-13586260#ixzz3AHyB8fet

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Keke Palmer será a primeira Cinderela negra da Broadway




A atriz americana Keke Palmer (Michael Buckner/Getty Images)

A atriz americana Keke Palmer, de 21 anos, vai encarnar a primeira Cinderela negra da história da Broadway no musical Rodgers + Hammerstein's Cinderella. Keke é conhecida pelos papéis nos filmes Um Salão do Barulho 2 (2004), como a sobrinha de Queen Latifah, e Prova de Fogo (2006). Em junho, a atriz ganhou seu próprio programa de entrevistas, Just Keke, no canal americano BET.

“Estou muito animada para atuar na Broadway pela primeira vez, como Cinderela. Os sonhos podem se tornar realidade!”, escreveu Palmer em seu perfil no Twitter depois da divulgação da notícia. O papel de Cinderela esteve antes nas mãos das atrizes Laura Osnes e Paige Faure e da cantora Carly Rae Jepsen. Keke estreia como a personagem em 9 de setembro.

“Estamos emocionados de ter esta jovem e multifacetada atriz e cantora se unindo a nossa família. Ela cresceu na comunidade de atores de Chicago e definitivamente tem o teatro musical em seu sangue”, afirmou em comunicado Robyn Goodman, uma das produtoras do espetáculo.


Fonte:http://veja.abril.com.br/noticia/celebridades/broadway-tera-sua-primeira-cinderela-negra-com-atriz-e-cantora-keke-palmer

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Querem saber se existe racismo no Brasil? Façam o Teste do Pescoço!


NO BRASIL É DE FORMA SUBLIMINAR DE FORMA DITATORIAL DE FORMA MESQUINHA QUE TENDEM A ALGUNS IGNORANTES A PENSAREM QUE NO BRASIL NÃO EXISTE RACISMO, TÃO POUCO PRECONCEITO.  

( FOTO NÃO ILUSTRATIVA , REALIDADE )

Querem saber se existe racismo no Brasil? Façam o Teste do Pescoço!
1. Andando pelas ruas, meta o pescoço dentro das joalherias e conte quantos negros/as são balconistas;

2. Vá em quaisquer escolas particulares, sobretudo as de ponta como; Objetivo, Dante Alighieri, entre outras, espiche o pescoço pra dentro das salas e conte quantos alunos negros/as há . Aproveite, conte quantos professores são negros/as e quantos estão varrendo o chão;

3. Vá em hospitais tipo Sírio Libanês, enfie o pescoço nos quartos e conte quantos pacientes são negros, meta o pescoço a contar quantos negros médicos há, e aproveite para meter o pescoço nos corredores e conte quantos negros/as limpam o chão

4. Quando der uma volta num Shooping, ou no centro comercial de seu bairro, gire o pescoço para as vitrines e conte quantos manequins de loja representam a etnia negra consumidora. Enfie o pescoço nas revistas de moda , nos comerciais de televisão, e conte quantos modelos negros fazem publicidade de perfumes, carros, viagens, vestuários e etc

5. Vá às universidades públicas, enfie o pescoço adentro e conte quantos negros há por lá: professores, alunos e serviçais;

6. Espiche o pescoço numa reunião dos partidos PSDB e DEM, como exemplo, conte quantos políticos são negros desde a fundação dos mesmos, e depois reflitam a respeito de serem contra todas as reivindicações da etnia negra.

7. Gire o pescoço 180° nas passeatas dos médicos, em protesto contra os médicos cubanos que possivelmente irão chegar, e conte quantos médicos/as negros/as marchavam;

8. Meta o pescoço nas cadeias, nos orfanatos, nas casas de correção para menores, conte quantos são brancos, é mais fácil;

9. Gire o pescoço a procurar quantas empregadas domésticas, serviçais, faxineiros, favelados e mendigos são de etnia branca. Depois pergunte-se qual a causa dos descendentes de europeus, ou orientais, não são vistos embaixo das pontes ou em favelas ou na mendicância ou varrendo o chão;

10. Espiche bem o pescoço na hora do Globo Rural e conte quantos fazendeiros são negros, depois tire a conclusão de quantos são sem-terra, quantos são sem-teto. No Globo Pequenas Empresas& Grandes Negócios, quantos empresários são negros?

11. Nas programações das Tvs abertas, acessível à maioria da população, gire o pescoço nas programações e conte quantos apresentadores, jornalistas ou âncoras de jornal, artistas em estado de estrelato, são negros. Onde as crianças negras se veem representadas?

Aplique o Teste do Pescoço em todos os lugares e depois tire sua própria conclusão. Questione-se se de fato somos um país pluricultural, uma Democracia Racial e se somos tratados iguais perante a lei?!

* Você descobriu mais alguma coisa? Envie-nos para acrescentarmos a esta lista.


* * Este teste me foi ensinado pelo amigo Francisco Antero, e tenho adaptado no meu dia a dia. Foi assim que eu comecei a perceber todas as desigualdades existentes no meu país e mudei a minha opinião à respeito das Cotas Raciais para Negros e Índios.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Estado é condenado a indenizar homem preso injustamente em MG




Paulo Antônio Silva foi condenado, injustamente, a mais de 16 anos acusado de estuprar duas mulheres (Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press)
Paulo Antônio Silva foi condenado, injustamente, a mais de 16 anos acusado de estuprar duas mulheres


Porteiro foi preso e condenado por estupros na década de 90.
Depois de anos, ele foi inocentado e deve receber R$ 2 milhões.O juiz Calos Donizetti Ferreira da Silva, da 7ª Vara da Fazenda Pública de Belo Horizonte, condenou o estado de Minas Gerais a pagar uma indenização de R$ 2 milhões por danos morais a um homem inocente que passou cinco anos, sete meses e 19 dias preso. O porteiro Paulo Antônio Silva foi acusado e condenado a 30 anos de prisão por estuprar duas crianças na década de 90 na capital mineira. A decisão foi divulgada nesta quarta-feira (23).

No ano passado, Silva foi absolvido em um processo de revisão criminal, e depois disso pediu a indenização. O caso começou a se esclarecer após a prisão do bancário Pedro Meyer, em 2012. Ele é apontado como autor de uma série de estupros na década de 90.

Com a prisão de Meyer, a Polícia Civil fez uma força tarefa para solucionar casos de crimes sexuais em Belo Horizonte e região nos anos 90. As investigações foram retomadas, depois de uma sucessão de equívocos. De um lado, erros da própria polícia na época. De outro, vítimas ainda traumatizadas e que voltaram atrás no reconhecimento dos criminosos.

O porteiro, o bancário e ainda o artista plástico Eugênio Fiuza de Queiroz tinham características físicas parecidas, porém Silva sempre negou os crimes e alegou inocência. Em 2012, a defesa do porteiro disse acreditar que ele teria sido confundido com o artista plástico. A partir da retomada das investigações, o porteiro entrou com um processo de revisão criminal e foi inocentado pela Justiça.



No pedido de indenização, segundo o Fórum Lafayette, na capital mineira, o juiz entendeu que, para fixação do valor, era preciso levar em conta a gravidade do fato, pois Silva foi condenado por crime sexual, o que o levou a sofrer com uma “realidade ainda mais violenta durante o período que passou na prisão”.

O magistrado ainda considerou que a prisão tirou do homem a oportunidade de acompanhar o crescimento das filhas, de ter um casamento bem-sucedido e ainda causou um “verdadeiro atentado contra a dignidade humana”.

O fórum informou que o estado contestou o pedido de indenização, alegando que os agentes públicos agiram no “estrito cumprimento do dever legal”. A decisão é em primeira instância e cabe recurso. O G1 entrou em contato com a assessoria do governo que afirmou ainda não ter sido notificado.

Um dos advogados de Paulo Antônio Silva, Benedito Euripedes Barbosa, disse que como a ação é contra o estado, a decisão terá que ser apreciada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais, independentemente de recurso. Ele contou que já havia comunicado à filha de Silva sobre a decisão, porém não havia conversado pessoalmente com o indenizado.



Fonte:https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=2910681022005173817#editor/target=post;postID=5947032514592089835

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Quase 150 crianças palestinas já foram mortas em Gaza, alerta UNICEF


Durante as últimas 24 horas, informou o Fundo, pelo menos 18 crianças palestinas foram mortas pelas forças de Israel em Gaza, todas com 13 anos de idade ou menos.


Uma menina grita enquanto médicos tentam ajudá-la no Hospital Al-Shifa, na Cidade de Gaza, no dia 18 de julho. Foto: UNICEF/Eyad El Baba

Durante as últimas 24 horas, pelo menos 18 crianças palestinas foram mortas pelas forças de Israel em Gaza, todas com 13 anos de idade ou menos. A informação foi divulgada agora há pouco pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Desde o início das hostilidades, pelo menos 146 crianças palestinas foram mortas como resultado de ataques e bombardeios aéreos de Israel, bem como por suas forças naval e terrestre – dez crianças por dia, informou a nota.

As baixas entre as criança inclui 97 meninos e 49 meninas com idade entre 5 meses e 17 anos de idade. Das 146 crianças, pelo menos 105 vítimas tem 12 anos de idade ou menos – ou 71% das crianças.

Pelo menos 1.100 crianças palestinas ficaram feridas, com 6 crianças feridas em Israel.

Pelo menos 85 escolas em Gaza – 48 escolas da ONU e 37 públicas – foram danificadas devido a ataques aéreos de Israel ou bombardeios nas proximidades.

Uma escola da UNRWA – a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina – em Gaza foi usada por grupos armados palestinos para armazenar foguete, em desrespeito à neutralidade das escolas. Na ocasião, a agência da ONU condenou veementemente o ocorrido, afirmando que este era um fato inédito na história da organização. No sul de Israel, uma escola israelense foi danificado por disparos de foguetes a partir de Gaza.

O UNICEF disse que as crianças estão arcando com o ônus da escalada de violência em Gaza e Israel. Além de dar apoio no terreno para as crianças, o Fundo reforçou o pedido Conselho de Segurança da ONU ao convocar todas as partes a exercer a máxima e urgente contenção para a proteção de civis – “não só para o bem da paz, mas pelas crianças que sofrem o pior dessa violência atual”.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, está na região para negociar um cessar-fogo – acompanhe em www.onu.org.br/especial/gaza

Um menino palestino de 8 anos, vítima de um ataque de Israel, compartilha sua história

“Eu estava assistindo TV com o meu primo. Eles atiraram dois mísseis. Eu disse ao meu primo: corre, corre, corre!”, diz Abdel Majed Abu Maraheel, de 8 anos, morador da Cidade de Gaza.

Abdel foi ferido em um ataque de mísseis de Israel na semana passada. Ao lado de seu filho no hospital, Mohammed Khaled Abu Maraheel pergunta: “Esta criança tem 8 anos e já passou por três guerras. Quando ele se tornar um adolescente, quantas guerras ele vai ter experimentado?”





Fonte:http://www.onu.org.br/quase-150-criancas-palestinas-ja-foram-mortas-alerta-unicef/

sábado, 19 de julho de 2014

Pessoas que fazem a dierença!!!



Existem pessoas que fazem a diferença .. Em nome da ARCDTU,

Associação dos Renais Crônicos, Doadores e Transplantados de Uberlândia

Em nome dos pacientes que irá atender , em nome de todas as pessoas que de algum modo contribuem com a Associação agradecemos do fundo do coração seu esforço e sua dedicação ... 



Hoje estou muito mais muito feliz . Minha sobrinha Nalin Nobrega Psicóloga fez seu primeiro atendimento a Pacientes renais de Uberlândia em tratamento .. Estou sem palavras que podem descrever esse momento.. Trabalhamos muito , mais muito para que esse projeto se concretizasse . Obrigado Marcos Erlan Presidente da Associação e vamos concretizar outros projetos .. Parabéns Nalin , sabemos de sua competência profissional estamos cada dia mais encantados com sua pessoa que é ..Pessoas assim de fato fazem a diferença..."O passado só pode ser visto como um cenário congelado, onde não podemos mudar nada, mas podemos olhar e perceber onde erramos ou erraram com a gente só assim teremos um aprendizado para hoje" Por Nalin Nóbrega
— com Nalin Nobrega.

"Neste dia eu quero lhe dizer... Muito Obrigado! Por ajudar a enfrentar meus medos... Por escutar minhas dúvidas e receios... Por não me julgar e ouvir minhas neuroses... Por mostrar uma maneira diferente de enxergar os problemas... Por ajudar a encontrar um caminho para minha realização pessoal... por injetar o otimismo na minha vida... Você é importante para mim! E com sinceridade, digo: PARABÉNS PELO SEU TRABALHO SUA DEDICAÇÃO E PELA PESSOA QUE VOCÊ É ..

DE FATO TEMOS QUE ADMITIR 
VOCÊ FAZ A DIFERNÇA


Por: Claudio Vitorino













Avião da Malaysia Airlines é atingido por míssil e cai no leste da Ucrânia



Um míssil de grande alcance disparado de terra derrubou um grande avião de passageiros, um Boeing 777, que sobrevoava a região dominada por separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia.

Um satélite militar americano registrou a trajetória final do míssil e o impacto com o avião da Malaysia Airlines.

Não há nenhuma dúvida de que foi mesmo um míssil que derrubou o jato, causando a morte das 298 pessoas a bordo. Mas o satélite não detectou de onde o míssil foi lançado.

Analistas dos serviços de inteligência dos Estados Unidos e da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) estão usando fórmulas matemáticas e supercomputadores para calcular o início da trajetória do míssil e descobrir qual foi a origem do ataque.

Há duas hipóteses: ou a área do leste da Ucrânia é controlada pelos separatistas russos, ou o território é da própria Rússia, a poucos quilômetros de onde caíram os destroços.

Nas duas hipóteses, o governo do presidente Vladimir Putin seria, em última análise, o responsável. Se esse cenário de confirmar, as consequências políticas e militares serão extremamente graves.



COMO FOI

Desde os primeiros momentos, baseada em interceptação de telefonemas, o governo da Ucrânia não teve dúvidas em atribuir o disparo do míssil a separatistas supervisionados por oficiais russos.

Pedaços grandes do avião se espalharam por um campo de trigo.

O Boeing 777 caiu na Vila de Grabovo, no leste da Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia. A região está sob controle de separatistas pró-Rússia, que há meses estão em confronto com as forças do governo ucraniano.

Nos últimos dias, os rebeldes derrubaram dois aviões militares ucranianos, segundo o governo.

O avião da Malaysia Airlines é o terceiro. O voo MH17 saiu do aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, um dos mais movimentados da Europa, às 12h15. Deveria chegar a Kuala Lumpur, na Malásia, na manhã de sexta-feira (18).

Mas, quando estava em voo de cruzeiro, a 10 mil metros de altitude, ele sumiu dos radares.

Segundo um assessor do Ministério do Interior da Ucrânia, ele foi abatido por um míssil terra-ar de fabricação russa. O sistema chamado Buk é capaz de atingir alvos a 22 mil metros de altitude.
Petro Poroshenko, presidente da Ucrânia

O QUE DIZ A UCRÂNIA

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, disse que a queda do avião da Malaysia não foi um acidente ou um desastre, mas um ato de terrorismo.

O auto-proclamado primeiro-ministro de Donetsk, a região separatista onde caiu o avião, rebateu as acusações e disse que o Boeing foi abatido pelas forças ucranianas.

A versão dele contradiz com gravações do serviço de segurança ucraniano, que interceptou conversas entre os separatistas pró-Rússia em que admitem ter derrubado um avião civil.

Na noite de quinta-feira (17), um líder separatista anunciou um cessar-fogo de alguns dias no confronto com o governo ucraniano para facilitar as investigações.

Por causa do conflito no leste do país, o governo da Ucrânia havia fechado o espaço aéreo na região até 9.700 metros de altitude. O avião da Malaysia Airlines voava a 10 mil metros de altitude. Ou seja, 300 metros acima do limite proibido. Depois do incidente, todo o espaço aéreo da região foi fechado.

Em Amsterdã, os guichês da Malaysia Airlines ficaram vazios, depois de mais um desastre em apenas quatro meses.

Em meio à tragédia, um casal comemorava. Como não conseguiram assentos juntos, resolveram, de última hora, cancelar a viagem no voo MH17. Eles escaparam por pouco.


MALAYSIA AIRLINES

A Malaysia Airlines é a mesma companhia aérea do avião que sumiu em março deste ano.

Várias empresas na Ásia e na Austrália estão dizendo que mudaram a rota dos aviões quando começaram os conflitos na Ucrânia. Por que a Malaysia não fez o mesmo?

A Malaysia Airlines publicou no site da empresa a informação de aquela região era considerada segura, sem restrições ao voo tanto pela Organização Internacional de Aviação Civil quanto pela associação que reúne as companhias aéreas.

As maiores companhias aéreas da Coreia do Sul e a maior da Austrália, por exemplo, disseram que não estavam sobrevoando a Ucrânia desde março e por motivos de segurança.

A Malaysia Airlines também divulgou uma lista com as nacionalidades a bordo do voo MH17. A grande maioria era da Holanda, com 154 pessoas, depois 43 malaios (incluindo a tripulação de 15 pessoas e dois bebês). 41 pessoas ainda não tiveram as suas nacionalidades divulgadas e a companhia aérea não explicou o porquê.

O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, disse estar em choque. Ele já conversou com o presidente americano Barack Obama sobre o caso e disse que espera que os responsáveis pelo ataque sejam identificados e punidos.

É mais um duro golpe para a Malásia e para a Malaysia Airlines, que já recebeu vários prêmios na Ásia por conforto e serviços. Mas, desde o desaparecimento do voo 370, em março, atravessa graves dificuldades financeiras.


CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS

Todos os indícios até agora apontam para responsabilidade direta dos separatistas, com provável assistência técnica de oficiais russos.

- O sistema técnico que derrubou o avião depende, sobretudo, de um radar para dirigir o míssil até o alvo. Mas havia um indício importante: um tweet traduzido do russo para o inglês do chefe dos milicianos, dos separatistas na área, dizendo: "Acabamos de derrubar um An-26 (avião de transporte militar ucraniano)".

- Por que ele achou que tinha derrubado um avião militar? Eles estão sobrevoando uma área que é uma zona de guerra. Em toda a área de Donetsk, a maioria é russa, fala russo e é ali que estão concentrados os milicianos e separatistas sustentados por Vladimir Putin, o presidente da Rússia. Ele conseguiu evitar sanções mais fortes e, diante do que está acontecendo, está mais complicado.

- Petro Poroshenko, presidente da Ucrânia, tem agora todas as chances de internacionalizar o conflito e pedir a ajuda da Otan.

- O míssil partiu de dentro da Ucrânia ou próximo da Rússia? O que parece um pequeno detalhe da geografia tem enorme complicação na política.



Fonte:http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2014/07/aviao-da-malaysia-airlines-e-atingido-por-missil-e-cai-no-leste-da-ucrania.html

Os animais conseguem pressentir as catástrofes ambientais?






Alguns acontecimentos fortalecem a teoria de que os animais são dotados de um "sexto sentido" , ou seja, uma relação muito próxima com os segredos da natureza. Os irracionais parecem ter premonição, pois conseguem prever as catástrofes ambientais.
Considerados por uns como uma simples coincidência , outros suspeitam que por eles terem os sentidos mais aguçados do que os do ser humano, são capazes de captar vibrações e mudanças na pressão do ar e, percebendo até as primeiras ondas que vêm do centro da terra, fogem buscando encontrar um local seguro.

De toda maneira um fato é certo, os animais sabem o que vai acontecer antes de nós. As pesquisas sobre o comportamento animal merecem ser aprimoradas , buscando encontrar uma fórmula de permitir que os animais sirvam futuramente como um sistema de alerta para os seres humanos frente as manifestações da natureza.

Os cientistas podem detectar sinais que mostram as possibilidades de um terremoto, como as pressões sísmicas, modificações dos campos magnéticos, inclinação do solo, etc. Mas todas estas técnicas não permitem prever com exatidão quando acontecerá uma catástrofe.

Na China, um grupo de especialistas em sismologia em Nanning, província de Guangxi, decidiram usar cobras para prever abalos sísmicos. Monitorizam, 24 horas por dia, um conjunto de cobras e ninhos delas, com o intuito de prever tremores de terra. Eles acreditam que as cobras podem sentir a libertação de energia que dá origem aos tremores de terra cerca de 120 horas antes de os sismógrafos os registarem e de os humanos sentirem o chão a tremer debaixo dos pés.

As cobras são, segundo os pesquisadores, os animais que mais rápido dão sinal de movimentos na crosta terrestre, embora acreditem que todos os répteis têm capacidade de sentir estas alterações.

Nas horas que antecedem um abalo, o comportamento das cobras é errático e agressivo, chegando a atirar-se repetidamente contra as paredes ou vidros dos espaços onde estão confinadas.

O histórico de catástrofes ambientais anunciadas pelos animais é muito antigo. Oficialmente o interesse pelo tema iniciou em 1975 quando os funcionários da cidade chinesa de Haicheng foram surpreendidos pelo comportamento anormal dos animais e resolveram evacuar a cidade de 90 mil habitantes. Pouco depois um terremoto de escala 7.3 atingiu a cidade destruindo 90% dos edifícios.

Existem muitos relatos de testemunhas que viram aves e animais migrando antes do surgimento de terremotos, maremotos e erupções vulcânicas.

- Em 1755, o filósofo alemão Immanuel Kant observou uma multidão de minhocas saindo do subsolo perto de Cadiz, Sul da Espanha, oito dias antes do desastre atingir Portugal, provocando um grande terremoto em Lisboa .

- No dia 25 de junho de 1966, os moradores de Parkfield, na Califórnia, Estados Unidos, foram invadidos por cobras cascavéis. Eles não entendiam por que os répteis fugiram das colinas. A resposta chegou dois dias depois quando a área foi atingida por um terremoto.

- No dia 22 de fevereiro de 1999, pequenos antílopes fugiram da região montanhosa austríaca do Tyrol para os vales, algo que eles não costumavam fazer. No dia seguinte, uma avalanche devastou a vila austríaca de Galtur no Tyrol, matando dezenas de pessoas.

- Em 28 de fevereiro de 2001, um grupo numeroso de gatos se escondeu sem motivo aparente 12 horas antes de um terremoto que atingiu a área de Seattle. Uma ou duas horas antes, outros animais se comportaram de forma ansiosa , enquanto alguns cães latiram desesperados antes do terremoto chegar. Até mesmo cabritos e outros animais demonstraram sinais de medo.

- No dia 26 de dezembro 2004 ocorreu um tsunami no Oceano Índico, com vítimas fatais relatadas em mais de 285.000. Ondas gigantescas entraram até 3,5 quilômetros terra adentro na maior reserva ecológica da ilha, onde existem milhares de animais.As aves domésticas, galinhas e patos principalmente, subiram para árvores ou lugares altos, mas ninguém pareceu perceber o drama que se ia abater sobre as populações costeiras dos países que sofreram esta catástrofe.

Vários turistas se afogaram na reserva ecológica, mas, para surpresa das autoridades, não foi encontrado nenhum animal morto. As autoridades que cuidam da fauna no Sri Lanka informaram que, apesar da perda de milhares de vidas humanas no maremoto que atingiu o sul da Ásia, não houve registro de mortes entre animais na reserva e que o número de animais mortos na região, foi infimamente menor que o das pessoas

- Pouco antes de ocorrer a grande tragédia que abalou o Haiti , no dia 12 de janeiro de 2009, o cão chamado K9 , que estava sossegado deitado no meio de um escritório, manifesta de repente um forte desejo de fuga do local, como se tivesse captado um sinal de alerta. Segundos depois começa o tremor e pessoas correm em busca de saída.O fato relatado numa matéria recente do Daily Mail, divulga um vídeo que registrou o momento exato em que este cão labrador sai em disparada momentos antes de um tremor. Depois, as coisas começando a cair por todos os lados.

O veterinário PhD Robert Eckstein, estudioso do comportamento animal no departamento de biologia da Warren Wilson College, em Asheville, Estados Unidos, afirma:“eles sentem aspectos do mundo real que nós não temos conhecimento.”


Fonte:http://www.animalivre.com.br/home/?tipo=noticia&id=3195

Vacina anti-tabagismo






Um grupo de pesquisadores da Universidade de Cornell, nos EUA, publicou esta semana um estudo na revista Science Translational Medicine que testou uma vacina contra a nicotina em camundongos. A vacina foi capaz de diminuir em 85% a concentração de nicotina no cérebro dos animais do grupo intervenção, comparados aos controles.

O estudo foi realizado em camundongos experimentais viciados em nicotina. Os pesquisadores selecionaram um potente anticorpo anti-nicotina em um camungondo e individualizaram o gene associado a ele. Este material genético foi introduzido no genoma de um adenovírus carreador e este vetor foi inoculado nos camundongos da pesquisa. Os camundongos do grupo controle foram inoculados com o adenovírus sem o gene.

No grupo intervenção, foram observados altos títulos de anticorpos anti-nicotina até a última dosagem, 18 semanas após a inoculação da terapia gência. Os pesquisadores, então, injetaram nicotina por via venosa e, nos ratos do grupo intervenção, houve uma ligação de 83% da nicotina aos anticorpos IgG e uma queda de 85% dos níveis cerebrais de nicotina, quando comparados ao placebo (p<0,0001). Nos ratos do grupo intervenção, não houve variação dos parâmetros cardiovasculares e de locomoção após a administração de nicotina, diferentemente dos ratos controle, que obtiveram 37% de queda na pressão arterial média, 25% de queda dos níveis de pressão arterial e diminuição do padrão de locomoção induzido pela nicotina.

Apesar de estar em fase experimental, o estudo teve uma repercussão muito grande no meio científico, dado o tamanho do problema do tabagismo no mundo. Segundo a organização mundial de saúde, 1/3 da população mundial é tabagista e 6 milhões de pessoas morrem anualmente em decorrência do cigarro. O mais grave é que, destes, 10% são de tabagistas passivos, os que nunca fumaram. No Brasil, dados do ministério da saúde mostram uma prevalência de 14,8% de tabagistas na população, o que equivale a 25 milhões de pessoas. Segundo a ONG Aliança de Controle ao Tabagismo, o gasto público ou privado com doenças relacionadas ao cigarro chegou a R$ 21 bilhões em 2011, valor correspondente a cerca de três vezes e meia o que o governo arrecada com os produtos derivados do tabaco e 30% do montante destinado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Portanto, a vacina anti-nicotina foi testada com sucesso entre os camundongos e iniciará os testes na população humana. Não há dados consistentes até o momento que assegurem que o nível sérico de anticorpos será suficiente para inibir a sensação de prazer desencadeada pelo tabagismo em humanos. No início, os testes serão feitos nos pacientes com neoplasias terminais e em pacientes HIV-positivos. Os pesquisadores acreditam que a terapia gênica deve ser utilizada da mesma forma que as vacinas convencionais, para pacientes em idade jovens e sem o tabagismo, para que não haja a inicialização do vício. Possivelmente, os efeitos relacionados à abstinência ao tabagismo serão maiores nos pacientes adictos que receberem a terapia, mas não há dados para comprovar estas hipóteses. Um longo caminho ainda existe para a medicina e o mundo se livrar dos efeitos nocivos do tabagismo.



Fonte:http://cientifico.cardiol.br/cardiosource2/noticias/int_noticia68.asp

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Ateus não existem, concluem cientistas





A crença em Deus está enraizada em todas as pessoas. Portanto, ninguém nasce ateu. Essa é a conclusão de um número cada vez maior de cientistas nos últimos anos. Obviamente os ateus não acreditam nisso, mas na semana passada, Nury Vittachi publicou uma reportagem intitulada “Cientistas descobrem que ateus podem não existir, e isso não é uma piada”.

Em seu artigo, Vittachi cita as obras de vários pesquisadores, como Graham Lawton e Pascal Boyer, que argumentam que a crença em Deus está, naturalmente, enraizada em cada pessoa.

“Os cientistas cognitivos estão cada vez mais conscientes de que uma perspectiva metafísica pode estar tão profundamente enraizada nos processos de pensamento humano que não pode ser expurgado,” explica Vittachi.

“É claro que essas descobertas não provam que é impossível parar de acreditar em Deus”, ressalta Vittachi. Para ele, a questão é que o ateísmo não é algo “natural” e a espiritualidade apenas “aprendida”, revertendo a lógica usada pela maioria dos ateístas militantes. “Somos todos um pouco mais espirituais do que pensamos”, concluiu.

Para quem alega que o raciocínio de Vittachi é exceção, outros cientistas chegaram a conclusões similares. Ara Norenzayan, psicólogo da Universidade de British Columbia, em Vancouver, Canadá, escreveu em um artigo para New Scientist nos mesmos termos.

“Quando as pessoas não acreditam em deus, isso não significa que elas não têm sensações que estão fortemente ligados ao sobrenatural… Mesmo em sociedades que se declaram de maioria ateísta, é possível encontrar um monte de crença no que chamamos de paranormal.”

De modo semelhante, Pascal Boyer na Universidade de Washington em St. Louis, argumentou que “uma série de traços cognitivos nos predispõe à fé”. Argumenta ainda que “dados confirmam que pensamentos religiosos parecem ser uma propriedade emergente de nossas capacidades cognitivas normais.” Para Boyer, a descrença é geralmente resultado de um esforço deliberado, que vai contra nossas “disposições cognitivas”, sendo “antinatural”.

O astrônomo Christian Dr. Jason Lisle argumenta que todos, incluindo os “ateus”, sabem intuitivamente que Deus existe. Em seu artigo recente “Existe uma prova inequívoca da Criação’?”, o cientista cristão usa a Bíblia para fechar seu argumento: “Muitos cristãos têm a impressão equivocada de que os críticos da Bíblia acreditariam se tivessem mais ‘provas’ da existência do Deus bíblico. Mas não é bem assim. Romanos 1:18-20, nos lembra que todo mundo tem um conhecimento inato de Deus da criação… portanto, os ateus apenas tentam negar para si mesmos o que sabem no fundo de seus corações”. Com informações Christian News.


Fonte:http://noticias.gospelprime.com.br/ateus-nao-existem-concluem-cientistas/

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Doar é a melhor comunicação



Impressionante , realmente vale a pena ver . Entender como as mudanças em nossas vidas são complexas . Somente o que plantamos no passado colheremos no futuro , nossos atos nossas atitudes boas ou más um dia colheremos ..

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Catástrofe Chegando? Peixes pescados no Japão podem revelar algo assustador.



No dia 22, foram encontrados 105 peixes da espécie ” Photonectes ” que vivem normalmente em profundidades maiores de 1000 metros, somente um deles estava vivo, nas redes de um barco de pesca que estava em alto mar próximo a costa da província de Kochi. Um dia antes, 9 peixes da mesma espécie foram encontrados, e um especialista oceanógrafo disse à agência de notícias Kyodo que ” alguma catástrofe está acontecendo nas profundezas do mar “. De acordo com o NPO Nihon Umigame Kyogikai que investiga o estado da vida marinha nos mares do Japão, nas redes de um barco de pesca que estava em alto mar foi encontrado uma espécie de peixe que não tem muitas informações detalhadas pelos especialistas.
Peixes abissais encontrados

As redes estavam a apenas 70 metros de profundidade. O tamanho do peixe varia de 10 cm. a 25 cm. O peixe que sobreviveu, morreu algumas horas depois. No mesmo dia, segundo relatos passados na prefeitura de Fukui , um tipo raro de baiacu “, mafugu “, foi encontrando em abundância , totalizando 46 toneladas. O número médio pescado por dia é de 200 quilos. Os pescadores estavam mais do que satisfeito, mas também estavam incomodados com a grande quantidade . “Eu sou pescador há mais de 50 anos, e eu nunca vi nada parecido com isso “, disse um morador local. “A única maneira de saber o que realmente está acontecendo é perguntar para o peixe. “



Alguns especulam que o aparecimento dos peixes raros no raso tem relação com as mudanças climáticas, alterações em correntes oceânicas, erupções vulcânicas em profundidade ou que seja até um aviso da própria natureza para alguma catástrofe que está por vir, como por exemplo, um grande terremoto e uma possível tsunami. Por enquanto, o assunto está sendo estudado pelos oceanógrafos e outras cientistas japoneses.
 



Fonte:http://climatologiageografica.com/catastrofe-chegando-peixes-pescados-no-japao-podem-revelar-algo-assustador/

sábado, 12 de julho de 2014

Agradecimentos a mais nova editora ...Denise Batista de Melo



Como idealizador desta ferramenta de comunicação que considero importante, para todos os que lutam contra qualquer forma de preconceito , racismo , intolerância religiosa  e pela igualdade social no pais . Tenho a agradecer em ter a oportunidade de contar com pessoas que contribuem com essa difícil tarefa . Certamente temos que sair da " Caverna " libertando dos medos através do conhecimento . Obrigado Denise Batista de Melo por sua participação , obrigado por ter a oportunidade de contar com você , seja muito bem vinda ...


Claudio Vitorino

sexta-feira, 11 de julho de 2014

21 hábitos das pessoas extremamente felizes


21 hábitos das pessoas extremamente felizes

Martin Seligman, o pai da psicologia positiva, teoriza que apesar de 60% da felicidade ser determinada pela genética e pelo ambiente os 40% restantes cabem a nós.

Em sua palestra na TED de 2004, Seligman descreveu três tipos de vidas felizes: a vida de prazeres, na qual você enche sua vida com quantos prazeres puder, a vida do envolvimento, em que você encontra a vida no trabalho, em ser pai, no amor e no lazer, e a vida que tem sentido, aquela que “consiste em saber quais são suas maiores forças e, também, em saber usá-las para servir e fazer parte de algo maior que você mesmo”.

Após explorar o que traz a satisfação definitiva, Seligman se disse surpreso. Buscar o prazer, determinaram as pesquisas, não contribui quase nada para a satisfação duradoura. O prazer é o “chantilly e a cereja” que dão um toque adocicado para as vidas baseadas na procura do sentido e do envolvimento.

Por mais que conceitos como sentido e envolvimento possam parecer grandiosos, as pessoas felizes têm hábitos que podem fazer parte do seu dia a dia e que podem compor o quadro total do êxtase. Pessoas felizes têm certas inclinações que ajudam na busca do sentido – e essas inclinações também funcionam como motivação.

1. Elas se cercam de pessoas felizes



A alegria é contagiosa. Os pesquisadores do Estudo do Coração de Framingham, que investigaram a propagação da felicidade ao longo de 20 anos, descobriram que aqueles que estão cercados por pessoas felizes “têm chance maior de felicidade no futuro”. É um motivo mais que suficiente para se livrar dos amigos depressivos e passar mais tempo com gente otimista.

2. Elas não sorriem sem motivo

Mesmo que você não se sinta tão disposto, cultivar pensamentos felizes – e sorrir por causa deles – pode contribuir para sua felicidade e fazer de você uma pessoa mais produtiva, de acordo com um estudo publicado no Academy of Management Journal. É importante sorrir genuinamente: o estudo revelou que fingir um sorriso quando suas emoções, na verdade, são negativas pode piorar seu humor, em vez de melhorá-lo.

3. Elas têm o poder de se recuperar

De acordo com o psicólogo Peter Kramer, o oposto da depressão não é a felicidade, mas sim a resiliência, ou seja, a capacidade de se recuperar. Pessoas felizes sabem se levantar depois de um fracasso. A resiliência é como uma camada de espuma amortecedora para as inevitáveis dificuldades que nós humanos vamos enfrentar. Como diz o provérbio japonês: “Caia sete vezes e levante oito”.

4. Elas tentam ser felizes

Isso mesmo – é simples assim: simplesmente tentar ser feliz pode melhorar seu bem-estar emocional, de acordo com dois estudos recém-publicados no Journal of Positive Psychology. Aqueles que tentam ativamente se sentir felizes relatam os maiores níveis de humor positivo, uma defesa do argumento que diz que você pode ser feliz se tiver pensamentos felizes.

5. Elas estão atentos às coisas boas

É importante comemorar as grandes conquistas, aquelas que exigem muito esforço, mas as pessoas felizes também dão atenção às vitórias menores. “Quando prestamos atenção às coisas que dão certo, temos várias recompensas ao longo do dia”, disse Susan Weinschenk ao Huffington Post. “Isso ajuda a melhorar nosso humor.” E, como explica Frank Ghinassi, estar atento às coisas que dão certo (mesmo que seja simplesmente o fato de terem servido o café como você gosta) ajuda a ter uma sensação de conquista ao longo do dia.

6. Elas apreciam os pequenos prazeres



Um sorvete de casquinha com uma espiral perfeita. Um cachorro feliz da vida. As pessoas felizes conseguem apreciar esse tipo de prazer cotidiano. Encontrar sentido nas pequenas coisas e serem gratos por tudo o que eles de fato têm, por acharem que está associado à ideia geral de felicidade.

7. Elas dedicam parte de seu tempo para doações

Mesmo que o dia tenha só 24 horas, pessoas positivas usam parte desse tempo para fazer bem a outras, o que, em contrapartida, faz bem a elas mesmas. Uma pesquisa de longo prazo chamada American’s Changing Lives encontrou vários benefícios ligados ao altruísmo: “O trabalho voluntário faz bem para a saúde física e mental. Pessoas de todas as idades que fazem trabalho voluntário são mais felizes e têm saúde melhor e menos depressão”, relatou Peggy Thoits, líder de um dos estudos.

Essas pessoas também experimentam o que os pesquisadores chamam de “o barato de ajudar”, um estado eufórico observado nas pessoas envolvidas em atos de caridade. “É um ‘barato’ literal, como aquele induzido por drogas”, escreve Christine L. Carter. “O ato de fazer uma doação financeira ativa o centro de recompensas no nosso cérebro responsável pela euforia mediada pela dopamina.”

8. Elas se permitem perder a noção do tempo (e às vezes sem querer)

Quando você está imerso numa atividade que é ao mesmo tempo desafiadora, revigorante e significativa, você está experimentando um estado mental chamado de “fluidez”. Pessoas felizes buscam esse “entusiasmo” ou “empolgação”, o que diminui a inibição e promove sensações associadas ao sucesso. Como explicado em Pursuit-of-happiness.org, “para que haja ‘fluidez’ é preciso encarar a atividade como voluntária e prazerosa (intrinsicamente motivadora), e ela também tem de exigir habilidade e ser desafiadora (mas não muito), com um objetivo final claro”.

9. Elas trocam o bate-papo por conversas mais profundas

Nada errado com aquele papo de vez em quando, mas sentar para conversar sobre as coisas que importam é importante para curtir a vida. Um estudo publicado na Psychological Science revelou que aqueles que conversam profundamente em vez de ficar batendo papo se sentem mais satisfeitos.

“Queria ter tido a coragem de dizer o que sentia” é um dos cinco principais arrependimento de quem está morrendo – um sentimento que indica que talvez desejemos ter passado menos tempo falando da chuva e mais tempo falando do que realmente nos toca.

10. Elas gastam dinheiro com outras pessoas



Talvez o dinheiro compre felicidade. Um estudo publicado na Science apontou que investir o dinheiro em outras pessoas tem mais impacto na felicidade que gastar consigo mesmo.

11. Elas fazem questão de ouvir

“Ouvir desenvolve a capacidade de absorver conhecimento em vez de bloquear o mundo com suas próprias palavras ou sua mente distraída”, escreve David Mezzapelle, autor de Contagious Optimism (otimismo contagioso, em tradução livre). “Você também demonstra confiança e respeito pelos outros. Conhecimento e confiança são provas de que você é seguro e positivo e, portanto, irradia energia positiva.” Saber ouvir é uma qualidade que reforça os relacionamentos e leva a experiências mais satisfatórias. Um bom ouvinte pode sair de uma conversa sentindo que sua presença serviu para alguma coisa, uma experiência que está relacionada ao bem-estar.

12. Elas preferem conexões pessoais

Mandar um SMS ou uma mensagem de Facebook para seus amigos é rápido e conveniente. Mas gastar dinheiro numa passagem para ver sua pessoa predileta do outro lado do país tem peso quando se trata do seu bem-estar. “Há uma necessidade profunda do senso de ‘participação’ que vem das interações pessoais com amigos”, diz John Cacciopo, diretor do Centro de Neurociência Social e Cognitiva da Universidade de Chicago. As mídias sociais, por mais que nos mantenham em contato, não nos permitem o contato físico, o que ajuda a controlar a ansiedade.

13. Elas olham para o lado bom



O otimismo melhora a sua saúde de várias maneiras, incluindo a redução do estresse, a tolerância à dor e a longevidade para aqueles com problemas de coração. Se você escolher olhar para o lado bom das coisas, também estará escolhendo a saúde e a felicidade.

Seligman resumiu o que talvez seja a principal característica dos otimistas em seu livro mais elogiado, Learned Optimism (aprendendo o otimismo, em tradução livre):


A característica que define os pessimistas é que eles tendem a acreditar que as coisas ruins vão durar muito tempo, vão minar tudo aquilo que eles fazem, e é tudo culpa deles. Os otimistas, quando confrontados com os mesmos problemas, pensam da maneira oposta. Eles tendem a acreditar que a derrota é só um retrocesso temporário e que as causas estão confinadas àquele caso em particular. O otimista acredita que a derrota não é culpa sua: as circunstâncias, o azar ou outras pessoas têm culpa. Essas pessoas não se abalam com derrotas. Confrontadas com problemas, elas os encaram como desafios e tentam de novo, com mais empenho.

14. Elas gostam de uma boa seleção musical



A música tem poder. Tanto que ela pode se comparar às massagens no quesito reduzir ansiedade. Em um período de três meses, o Instituto de Pesquisa de Saúde Grupal descobriu que pacientes que simplesmente ouviam música tinham uma redução nos níveis de ansiedade iguais àqueles que recebiam dez massagens de uma hora. Escolher as músicas certas é um fator importante, entretanto. Músicas tristes ou felizes podem afetar como vemos o mundo. Em um experimento, os participantes tinham de identificar rostos tristes ou felizes enquanto ouviam música, e eram grandes as chances de que eles escolhessem rostos que combinassem com a música.

15. Elas se desplugam

Seja meditando, respirando fundo longe do computador ou deliberadamente se desconectando dos eletrônicos, desligar-se do nosso mundo hiperconectado tem vantagens comprovadas no que diz respeito à felicidade. Falar ao celular pode aumentar sua pressão arterial e seu nível de estresse. Ficar horas a fio diante de uma tela está ligado à depressão e à fadiga. A tecnologia não vai desaparecer, mas uma desintoxicação digital dá ao seu cérebro a oportunidade de se recuperar e se recarregar– e, mais que isso, isso pode aumentar sua resiliência.

16. Elas olham para o lado espiritual



Estudos apontam uma ligação entre práticas religiosas e espirituais e jovialidade. Para começar, hábitos importantes para a felicidade costumam ser valorizados na maior parte das convenções espirituais: expressar gratidão, compaixão e caridade. E fazer as perguntas que importam ajuda a dar contexto e significado para as nossas vidas. Um estudo de 2009 aponta que crianças que achavam que suas vidas tinham um propósito (promovido por conexões espirituais) eram mais felizes.

A espiritualidade oferece aquilo a que o sociólogo Émile Durkheim se referiu como “tempo sagrado”, um ritual de desconexão que leva a momentos de reflexão e calma. Como escreve Ellen L. Idler em The Psychological and Physical Benefits of Spiritual/Religious Practices (os benefícios psicológicos e físicos das práticas espirituais/religiosas, em tradução livre):


O tempo sagrado significa um tempo longe do “tempo profano” no qual levamos a maior parte das nossas vidas. Um período diário de meditação, a prática semanal de acender as velas do shabat, ou ir a cultos ou missas, ou um retiro anual num lugar isolado, quieto e solitário: todos são exemplos de garantir um tempo longe da correria das nossas vidas cotidianas. Períodos de descanso e folga do trabalho e das demandas do dia a dia ajudam a reduzir o estresse, fator primordial nas doenças crônicas que ainda são a principal causa de morte na sociedade ocidental. Experiências transcedentais religiosas e espirituais têm efeito positivo, restaurador e curativo, especialmente se são “embutidas”, por assim dizer, no nosso ciclo de vida diário, semanal, sazonal e anual.

17. Elas priorizam o exercício

Um sábio, mas fictício, estudante da Faculdade de Direito de Harvard disse certa vez: “Exercício gera endorfinas. Endorfinas te fazem feliz.” Já se demonstrou que as endorfinas aliviam sintomas de depressão, ansiedade e estresse, graças aos vários químicos cerebrais que são liberados para amplificar as sensações de felicidade e relaxamento. Além disso, um estudo publicado pelo Journal of Health Psychology indica que o exercício melhora a percepção que as pessoas têm do próprio corpo – mesmo que elas não tenham perdido peso ou tido qualquer tipo de melhora aparente.

18. Elas gostam do ar livre

Quer se sentir vivo? Uma dose de 20 minutos de ar fresco significa uma sensação de vitalidade, segundo vários estudos publicados no Journal of Environmental Psychology. “A natureza é o combustível da alma”, diz Richard Ryan, autor principal de vários dos estudos. “Quando nos sentimos com pouca energia muitas vezes tomamos um café, mas as pesquisas sugerem que o contato com a natureza é muito mais eficaz.” E, mesmo que todo mundo prefira o café quente, é melhor tomar nossa dose de ar livre em temperatura morna: um estudo sobre o clima e a felicidade indicou que a temperatura ótima para a felicidade é 13,8 graus.

19. Elas passam tempo na cama



Acordar com o pé esquerdo não é um mito. Quando faltam horas de sono, provavelmente falta também clareza e sobram bom humor e decisões erradas. “Uma boa noite de sono pode ajudar e muito a reduzir a ansiedade”, disse Raymond Jean, diretor de medicina do sono e diretor-associado de cuidados críticos do hospital St-Luke’s-Roosevelt, ao Health.com. “Um bom sono traz estabilidade emocional.”

20. Elas gargalham

Você já ouviu essa: a gargalhada é o melhor remédio. Se você estiver tristonho, pode ser verdade. Uma boa risada libera químicos no cérebro que, além de dar aquele barato, nos preparam melhor para tolerar a dor e o estresse. E você pode até trocar um dia na academia por uma sessão de piadas (talvez). “A resposta do corpo a repetidas risadas é similar à dos exercícios”, diz Lee Berk, líder de um estudo de 2010 focado no efeito das risadas no corpo. O mesmo estudo aponta que certos benefícios dos exercícios, como um sistema imune saudável, apetite controlado e bons índices de colesterol, podem ser alcançados com gargalhadas.

21. Elas dão passadas largas



Já reparou quando alguns amigos estão andando nas nuvens? Tem tudo a ver com a caminhada, segundo uma pesquisa conduzida por Sara Snodgrass, uma psicóloga da Florida Atlantic University. No experimento, Snodgrass pediu que os participantes do estudo caminhassem por três minutos. Metade deles tinha de dar passadas longas, mexendo os braços e mantendo a cabeça levantada. Eles relataram estar mais felizes depois do passeio que o outro grupo, que deu passadas curtas, olhando para o chão.

Fonte:http://qga.com.br/ciencia/2014/03/21-habitos-das-pessoas-extremamente-felizes

quinta-feira, 10 de julho de 2014

COPA 2014 - DIVULGADO O ESCÂNDALO QUE TODO MUNDO SUSPEITAVA !



REPASSANDO.... DIVULGADO O ESCÂNDALO QUE TODO MUNDO SUSPEITAVA...!!! Talvez, isso explique a razão do jogador Tiago Silva ter declarado a seguinte frase: "Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo, ficariam enojadas". Todos os brasileiros ficaram chocados e tristes por terem perdido a Copa do Mundo de futebol, para a Alemanha. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e o Gazzeta delo Sport e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.

Fato comprovado: O Brasil VENDEU a copa do mundo para a Fifa. Os jogadores titulares brasileiros foram avisados, às 13:00 do dia 04 de Julho (dia do jogo contra a Colômbia), em uma reunião envolvendo o Sr. José Maria Marín (na única vez que o presidente da CBF compareceu a uma preleção da seleção), o Técnico Luis Felipe Scolari, Carlos Alberto Parreira, supervisor da seleção, e o Sr. Ronald Rhovald, representante da patrocinadora Nike. Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel. A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a entregar o hexa-campeonato mundial.

A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$900.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 37.000.000,00 trinta e sete milhões de dólares) através da empresa Nike. Além disso, os jogadores que aceitarem o contrato com a empresa Nike nos próximos 4 anos terão as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como Cristiano Ronaldo, e Neymar, do próprio Brasil.

Mesmo assim, Neymar se recusou a jogar, o que fez com que a CBF armasse um dos maiores teatros da história do futebol mundial. Com o auxílio do jogador colombiano Camilo Zuñiga, Neymar SIMULOU ter recebido pancadas nas costas, e foi levado do campo direto para o hospital. Isso explica também o fato de Neymar não ter permanecido na concentração após a constatação da "lesão". Outra evidência para este fato é a CBF não ter mostrado o resultado dos exames para o público.

Assim, combinou-se que o Brasil seria derrotado durante a prorrogação, na semifinal, porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que a Alemanha, que a princípio não sabia desta negociação, marcasse, em várias falhas simples do time brasileiro, 4 gols em menos de 10 minutos. O Sr. Joseph Blatter, novo presidente da Fifa aplaudiu a colaboração da equipe brasileira, uma vez que o campeonato mundial trará equilíbrio à Alemanha num momento das mais altas taxas de desemprego jamais registradas naquele país, que serão agravadas pela recente notícia de que a Grecia não conseguirá pagar os empréstimos recebidos do governo alemão.



Fonte:http://tvcopanobrasil.blogspot.com.br/2014/07/copa-2014-divulgado-o-escandalo-que.html

Nas Redes sociais ainda há espaço para a Verdade. Sem o controle e os "filtros" da mídia...




Leiam com atenção...

Ficou decepcionado com a Seleção Brasileira????
Os fatos que emergem do fundo do poço são, no mínimo, estranhos...

Na foto que mostra o jogador Neymar sendo levado ao hospital na maca ( com sua cabeça devidamente coberta), não aparecem suas tatuagens...

Se acham que foi “montagem”, vejam o vídeo emitido pela Globo.

Some a esta pérola o fato da enfermeira que filmou o jogador chegando ao hospital, ser demitida e seu vídeo imediatamente apagado da internet.
Vídeo tbm em anexo...

E, a cereja do bolo: ESPN flagra Neymar caminhando normalmente... Depois de uma lesão, que segundo os médicos levaria 6 semanas para ser consolidada – com repouso absoluto em cadeira de rodas!!!

Enfim... Parece que mais uma vez o povo brasileiro é feito de trouxa...

Quem não se recorda as suposta “convulsão” do jogador Ronaldo Fenômeno em uma copa???

O fato nunca foi bem explicado e houve suspeitas de venda de jogo... Incluindo até mesmo patrocinadores da Seleção...

Que conclusão tiramos disso?


https://www.youtube.com/watch?v=HBO-FPHCfzY

http://espn.uol.com.br/noticia/424077_exclusivo-com-agasalho-da-selecao-neymar-caminha-e-simula-cabeceio-assista

http://globotv.globo.com/rede-globo/jornal-nacional/v/imagens-mostram-o-momento-em-que-neymar-chega-ao-hospital-apos-contusao/3477059/

Perfeito isso que eu tentava transmitir em minhas mensagens e não conseguia exatamente isso . FUI DURAMENTE TAXADO COM ANTI PATRIOTA EXATAMENTE ISSO

Perfeito isso que eu tentava transmitir em minhas mensagens e não conseguia exatamente isso . FUI DURAMENTE TAXADO COM ANTI PATRIOTA EXATAMENTE ISSO....Compreenderam a diferença ou tenho que DESENHAR...

UMA LIÇÃO DE VIDA



UMA LIÇÃO DE VIDA

Uma senhora idosa, elegante, bem vestida e penteada, estava de mudança para uma casa de repouso pois o marido com quem vivera 70 anos, havia morrido e ela ficara só…

Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando uma atendente veio dizer que seu quarto estava pronto.

A caminho de sua nova morada, a atendente ia descrevendo o minúsculo quartinho, inclusive as cortinas de chintz florido que enfeitavam a janela.

- Ah, eu adoro essas cortinas – disse ela com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.

- Mas a senhora ainda nem viu seu quarto…

- Nem preciso ver – respondeu ela. – Felicidade é algo que você decide por princípio. E eu já decidi que vou adorar! É uma decisão que tomo todo dia quando acordo. Sabe, eu tenho duas escolhas: Posso passar o dia inteiro na cama contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem… ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem. Cada dia é um presente. E enquanto meus olhos abrirem, vou focaliza-los no novo dia e também nas boas lembranças que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: Você só retira daquilo que você guardou. Portanto, lhe aconselho depositar um monte de alegria e felicidade na sua Conta de Lembranças. E como você vê, eu ainda continuo depositando. Agora, se me permite, gostaria de lhe dar uma receita:

1- Jogue fora todos os números não essenciais para sua sobrevivência.

2- Continue aprendendo. Aprenda mais sobre computador, artesanato, jardinagem, qualquer coisa. Não deixe seu cérebro desocupado.

3- Curta coisas simples.

4- Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego.

5- Lágrimas acontecem. Aguente, sofra e siga em frente. A única pessoa que acompanha você a vida toda é VOCÊ mesmo. Esteja VIVO, enquanto você viver.

6- Esteja sempre rodeado daquilo que você gosta: pode ser família, animais , lembranças, música, plantas, um hobby, o que for. Seu lar é o seu refúgio.

7- Aproveite sua saúde. Se for boa, preserve-a. Se está instável, melhore-a. Se está abaixo desse nível, peça ajuda.

8- Diga a quem você ama, que você realmente o ama, em todas as oportunidades.

E LEMBRE-SE SEMPRE QUE:

A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego …

de tanto rir …

de surpresa …

de êxtase …

de felicidade!

Simples assim!!!

Autor desconhecido
8- Diga a quem você ama, que você realmente o ama, em todas as oportunidades.

E LEMBRE-SE SEMPRE QUE:

A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego …

de tanto rir …

de surpresa …

de êxtase …

de felicidade!

Simples assim!!!

Autor desconhecido

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Impostos: Brasil é líder mundial na cobrança

 

O Brasil continua sendo o país em que se paga mais impostos, no comparativo mundial. Veja o quadro que circula na Internet, com base em dados do Bando Mundial

Os 10 países onde MENOS se trabalhou em um ano para pagar impostos.

1. Maldivas:……………………… 0 horas
2. Emirados Árabes Unidos: 12 horas
3. Bahrein: ……………………….36 horas
4. Qatar: ………………………….36 horas
5. Bahamas: ……………………..58 horas
6. Luxemburgo: ………………..59 horas
7. Omã: ……………………………62 horas
8. Suíça: …………………………..63 horas
9. Irlanda: ………………………..76 horas
10.Seicheles: ……………………76 horas

Os 10 países onde MAIS se trabalhou em um ano para pagar impostos:

1. Brasil: …………………………….2.600 horas ( é mais que o dobro do 2º colocado!
2. Bolívia:………………………….. 1.080 horas
3. Vietnã:…………………………….. 941 horas
4. Nigéria:……………………………. 938 horas
5. Venezuela:……………………….. 864 horas
6. Bielorrússia: ………………………798 horas
7. Chade: …………………………….. 732 horas
8. Mauritânia:………………………. 696 horas
9. Senegal:…………………………… 666 horas
10.Ucrânia:………………………….. 657 horas

Fonte: Banco Mundial (Doing Business 2011)
Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/moacirpereira/2013/07/22/impostos-brasil-e-lider-mundial-na-cobranca/?topo=67,2,18,,,67

Claudio Vitorino em ação..

Postagens populares

Google+ Followers

Arquivo do blog

Claudio Vitorino em ação..

Aquele que acredita que o interesse coletivo está acima do interesse individual , que acredita que tudo e possível desde que tenha fé em Deus e coragem para superar os desafios...

Vida difícil? Ajude um estranho .

Pode parecer ilógico -no mínimo pouco prioritário- ajudar um estranho quando as coisas parecem confusas na nossa vida. Mas eu venho aprendendo que este é um poderoso antídoto para os dias em que tudo parece fora do lugar.

Como assim, pergunta o meu leitor mais cético? E eu explico:
Há duas situações clássicas onde podemos auxiliar uma pessoa que não conhecemos. A primeira é através de doações e gestos similares de caridade. Estes atos são maravilhosos e muito recomendáveis, mas não é deles que quero falar hoje.


Escolhi o segundo tipo: aquelas situações randômicas onde temos a oportunidade de fazer a diferença para uma pessoa desconhecida numa emergência qualquer. Na maioria das vezes, pessoas com quem esbarramos em locais públicos, envolvidas em situações que podem ir do estar atrapalhado até o precisar de mãos para apagar um incêndio.

E o que nós, imersos nas nossas próprias mazelas, distraídos por preocupações sem fim amontoadas no nosso tempo escasso, enfim, assoberbados como sempre... O que nós temos a ver com este ser humano que pode ser bom ou mau, pior, pode sequer apreciar ou reconhecer nosso esforço?


Eu vejo pelo menos seis motivos para ajudar um estranho:


1) Divergir o olhar de nossos próprios problemas
Por um momento, por menor que seja, teremos a chance de esquecer nossas preocupações.
Dedicados a resolver o problema do outro (SEMPRE mais fácil do que os nossos), descansamos nossa mente. Ganhamos energia para o próximo round de nossa própria luta.
Esta pausa pode nos dar novo fôlego ou simplesmente ser um descanso momentâneo.


2) Olhar por um outro ângulo
Vez ou outra, teremos a oportunidade de relativizar nossos próprios problemas á luz do que encontramos nestes momento. Afinal, alguns de nossos problemas não são tão grandes assim...
Uma vez ajudei Teresa, a senhora que vende balas na porta da escola de meu filho. A situação dela era impossível de ser resolvida sozinha, pois precisava “estacionar” o carrinho que havia quebrado no meio de uma rua deserta. Jamais esquecerei o olhar desesperado, a preocupação com o patrimônio em risco, com o dia de by Savings Sidekick">trabalho desperdiçado, com as providências inevitáveis e caras. E jamais me esquecerei do olhar úmido e agradecido, apesar de eu jamais ter comprado nada dela. Nem antes nem depois.
Olhei com distanciamento o problema de Teresa. E fiquei grata por não ter que trabalhar na rua, por ter tantos recursos e by Savings Sidekick">oportunidades. E agradeci por estar lá, naquela hora, na rua de pouco movimento, e poder oferecer meus braços para ela.


3) Não há antes, nem depois ...
Na intricada teia de nossos by Savings Sidekick">relacionamentos, dívidas e depósitos se amontoam. Ajudar um conhecido muitas vezes cria vínculos ou situações complexas. Ás vezes, ele espera retribuir. Outras vezes, esperamos retribuição. Se temos ressentimentos com a pessoa, ajudá-la nem sempre deixa um gosto bom na boca. Se ela tem ressentimentos conosco, fica tudo muito ruim também.
Já com estranhos são simples. É ali, naquela hora. Depois acabou. E não há antes. Que alívio!
(mas não vamos deixar de ajudar os conhecidos dentro de nossas possibilidades, hein?)


4) A gratidão pelo inesperado é deliciosa
Quem se lembra de uma vez em que recebeu uma gentileza inesperada? Não é especial? E nem sempre estamos merecendo, mal-humorados por conta do revés em questão.
Ou quando ajudamos alguém e recebemos aquele olhar espantado e feliz?
Ontem mesmo, eu estava numa fila comum de banco. Um senhor bem velhinho estava atrás de mim. Na hora em que fui chamada, pedi que ele fosse primeiro. “Mas por que, minha filha?”. “Pelos seus cabelos brancos”, respondi. Ele, agradecido, me deu uma balinha de hortelã. Tudo muito singelo, muito fácil de fazer, mas o sentimento foi boooom.


5) Quase sempre, é fácil de fazer.
Uma vez eu fiquei envolvida por uma semana com uma mãe e um bebê que vieram para São Paulo para uma cirurgia e não tinha ninguém para esperar no aeroporto. Levei para um hotel barato, acompanhei por uma semana e tive medo de estar sendo usada, reforçada pelo ceticismo de muitas pessoas ao meu redor. No final, deu tudo certo e a história era verdadeira.
Mas na maioria dos casos, não é preciso tanto risco ou tanto tempo. Uma informação; um abaixar para pegar algo que caiu; uma dica sobre um produto no supermercado. Dar o braço para um cego (nunca pegue a mão dele, deixe que ele pegue o seu braço, aprendi com meu experiente marido). Facílimo, diria o Léo. E vamos combinar, fácil é tudo que precisamos quando o dia está difícil, certo?

6) Amor, meu grande amor
Finalmente, ajudar estranhos evoca o nosso melhor eu. É comum termos sentimentos de inadequação, baixa auto-estima e insatisfação conosco quando estamos sob tempo nublado. E ajudar o outro nos lembra que somos bons e capazes. Ajudar um estranho demonstra desapego, generosidade, empatia pelo próximo. E saber que somos tudo isto quando o coração está cinza... É para olhar com orgulho no espelho, não?

Portanto, se hoje não é o seu dia... Faça o dia de alguém. E se é um dia glorioso... Vai ficar melhor!

Fonte:http://www.vivermaissimples.com/2011/03/vida-dificil-ajude-um-estranho.html

Karoline Toledo Pinto

Karoline Toledo Pinto
Karoline Agente Penitenciária a quase 10 anos , bacharelada no curso de Psicologia em uma das melhores Instituição de Ensino Superior do País , publica um importante ARTIGO SOBRE AS DOENÇAS QUE OS AGENTES PENITENCIÁRIOS DESENVOLVEM NO EXERCÍCIO DE SUAS FUNÇÕES . Aguardem em breve aqui será publicado .APESAR DAS PERSEGUIÇÕES INFUNDADAS DAS AMEAÇAS ELA VENCEU PARABÉNS KAROL SE LIBERTOU DO NOSSO MAIOR MEDO A IGNORÂNCIA CONTE COMIGO.. OBRIGADO CLAUDIO VITORINO

Filmes que mudarão sua vida..

  • A cor púrpora
  • A espera de um milagre
  • A procura da felicidade
  • A prova de fogo
  • Antes de partir
  • Desafiando gigantes
  • Ensina-me a viver
  • Paixão de Cristo

Postagens populares